SÃO CARLOS / EIXO SP DOA COBERTORES PARA FUNDO SOCIAL DE SÃO CARLOS

A Eixo SP Concessionária de Rodovias fez a doação de 140 cobertores novos na última terça-feira, dia 18, para o Fundo Social de Solidariedade de São Carlos.  A ação, que também tem apoio da Artesp – Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo, integra a Campanha do Agasalho Inverno Solidário 2020 do Governo do Estado de São Paulo, que tem como objetivo arrecadar cobertores novos.

“Sabemos do nosso papel junto à sociedade que, nesse período de inverno e de pandemia, necessita de toda a colaboração principalmente no apoio às famílias carentes. E nosso objetivo é exatamente este: apoiar as causas sociais e promover o bem estar das comunidades localizadas ao longo das rodovias administradas pela Eixo SP”, disse o diretor presidente da concessionária, Sergio Santillan.

Parte dessa doação será destinada ainda a entidades assistenciais  cadastradas no Fundo Social de Solidariedade de São Carlos, como explicou a presidente do Fundo Social de Solidariedade de São Carlos, Lucinha Garcia: “Com as doações da Eixo SP vamos atender todas as demandas das entidades  com o repasse de cobertores, principalmente nesse momento em que está previsto a entrada de uma frente fria no estado. Agradeço e reforço que o nosso trabalho também depende da colaboração das empresas da nossa cidade”.

Sobre a Eixo SP – A Eixo SP Concessionária de Rodovias administra o lote Pipa (Piracicaba-Panorama), malha com mais de 1.273 km de estradas que passam por 62 municípios da região de Rio Claro, no centro do Estado, até Panorama, no extremo oeste, na divisa com o Mato Grosso do Sul. O maior contrato sob supervisão da Artesp – Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo, terá investimentos na ordem de R$ 14 bilhões em obras de ampliação, conservação, além da modernização de serviços ao usuário. Mais informações acesse: www.eixosp.com.br

SÃO CARLOS / RECAPEAMENTO COMEÇOU EM 2017 E DEVE FECHAR 2020 COM MAIS DE 3.200 QUARTEIRÕES RECUPERADOS

As equipes do serviço de recapeamento começaram na última quarta-feira (19/08) a recuperação das vias do Jardim Itamaraty. Este é mais um dos 27 bairros que serão atendidos na etapa dos R$ 30 milhões, recursos liberados pelo Banco do Brasil para a Prefeitura de São Carlos para o recapeamento de 1.500 quarteirões.

Desde início dos serviços da atual etapa já foram recapeados 375 quarteirões entre o centro da cidade e os bairros Cardinalli, Portal do Sol, Ipanema, Santa Mônica e Vila Pureza, além de trechos da Carlos Botelho, XV de Novembro, rua Jesuíno de Arruda, Padre Teixeira, Treze de Maio e Miguel Petroni.

O serviço de recapeamento começou em 2017 no entorno do Parque do Bicão, um investimento de R$ 465.373,54 com recursos do Governo Federal. Com recursos do próprio município no valor de R$ 2,5 milhões o serviço seguiu para o bairro Cidade Aracy, onde foram recuperados 100 quarteirões na primeira fase. Já numa segunda etapa foram recapeados mais 24 metros quadrados de vias no Aracy, um investimento de R$ 684.540,14 com recursos de emenda parlamentar.

Em 2018 mais recursos foram conquistados para recape. Com investimento de R$ 4 milhões, conquistados a fundo perdido junto ao Governo do Estado, a Prefeitura recuperou mais de 40 quarteirões de vias públicas nos bairros Santa Felícia e Vila Elisabeth. O distrito de Santa Eudóxia também recebeu o serviço em 4.680 metros quadrados de vias do Jardim Itararé, um investimento de R$ 152.028,96, provenientes de emenda parlamentar. Os bairros São João Baptista, Vila Costa do Sol, Jardim Lutfala, Lagoa Serena e mais vias da região central também receberam o serviço, outro investimento de R$ 4.096.860,89.

Com recursos próprios a recuperação de ruas continuou com a aplicação de R$ 4.240.469,52  atendendo nessa etapa vias da Vila São José, Castelo Branco e da região central, como as ruas 7 de Setembro, 9 de Julho, Visconde de Inhaúma, Cezar Ricome, Achile Bassi, Carlos de Camargo Salles, Salomão Dibbo, Luiz de Toledo Pizza e Adolfo Cattanni.

Com recursos próprios a Prefeitura de São Carlos conseguiu recuperar 745 quarteirões entre 2017/2018. Em 2019 o município conseguiu firmar um convênio com a Caixa Econômica Federal, por meio do Programa de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento – FINISA, para recuperar 956 quarteirões, um investimento de R$ 20 milhões. Nesta etapa foram atendidos os seguintes locais da cidade: avenidas Miguel Petroni e João de Guzzi (inteiras), partes do bairro Arnon de Mello, parte do Santa Felícia, Jardim Tortorelli inteiro, Planalto Paraíso; Jardim Paulistano, Jardim Centenário e Nova Estância. Algumas ruas do Jardim Nova Santa Paula. Parte da avenida Trabalhador São-carlense;  avenidas Antônio Blanco e José de Alencar e rua Dr. Eugênio de Andrade Egas; Jardim das Torres, Jardim Botafogo, algumas ruas da Vila Pelicano e Jardim Medeiros, rotatória do Shopping, rotatória do Cristo, avenida Tancredo Neves até a entrada do bairro Botafogo, algumas ruas do Boa Vista, Medeiros e região do SENAI; bairros Jardim Pacaembu, Vila Isabel e Parque Primavera. Algumas ruas e as principais avenidas do Jardim Tangará. As principais avenidas do Jardim Cruzeiro do Sul e do São Rafael. Finalização da avenida Coronel José Augusto de Oliveira Salles e rua Santa Gertrudes. No Antenor Garcia foi feita a finalização da avenida Tetracampeonato, Donato Pedrino, Maria Eugênia Fabiano e Guarindo Baldan.

Em 2020 estão sendo aplicados mais R$ 30 milhões em recape liberados pelo Banco do Brasil. O serviço já foi realizado em 375 quarteirões e no total vai atender 27 bairros, totalizando 1.500 quarteirões nesta etapa.

De acordo com a Secretaria Municipal de Obras Públicas, pasta que coordena os trabalhos e que fiscaliza a qualidade do serviço prestado pelas empresas vencedoras dos processos licitatórios, ainda serão atendidos os seguintes bairros na atual fase: Jardim Medeiros, Jardim Beatriz, Vila Carmem, Boas Vista (1 e 2), Recreio dos Bandeirantes, Jardim Paulista, Jardim Bandeirantes, Acapulco, São Carlos III, Jardim Brasil, Vila Monteiro, Jardim Ricetti, Bicão, Vila Nery, Vila Marina, Jacobucci, Vila São José, Munique, Maria Stella Fagá e trechos da avenida Trabalhador São-carlense, próximo à USP e terminal rodoviário. Recentemente também foi investido R$ 1,8 milhão com recursos próprios no recapeamento do bairro Presidente Collor.

“Começamos timidamente em 2017 em virtude das dívidas que o município tinha. Pagamos mais de R$ 100 milhões em restos a pagar e a cidade também precisava do serviço de tapa-buraco, de limpeza e os recursos eram poucos. Mas devagar conseguimos alguns recursos externos e fomos tocando o serviço. Conseguimos emendas parlamentares, dinheiro com a Desenvolve SP, a fundo perdido com o Governo do Estado e usamos recursos próprios, mas mesmo assim não foi suficiente para recuperar todas as vias que não tinham mais de condições de recuperação somente com tapa-buraco, por isso optamos por essas linhas de crédito oferecidas pela CEF e Banco do Brasil. A nossa intenção é recapear 90% das ruas da cidade até dezembro”, afirma o prefeito Airton Garcia.

Segundo o secretário de Obras Públicas, Reginaldo Peronti, finalizando a fase dos R$ 30 milhões o município vai contabilizar 3.200 quarteirões recuperados. “Sem dúvida a maior recuperação de vias realizada já realizada em São Carlos”.

Mariel Olmo, secretário de Serviços Públicos, pasta que também acompanha o serviço de recape e de tapa-buraco, disse que novas licitações foram abertas. “Além dos R$ 30 milhões acabamos de licitar mais R$ 2,3 milhões para atender o Jardim Maracanã, Astolpho Luiz do Prado, Timburis e Jardim Alvorada. Em 4 anos vamos totalizar quase R$ 80 milhões em recape somando recursos próprios, emendas parlamentares, fundo perdido e convênios com instituições financeiras”, finaliza Olmo.

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Serviços Públicos, também está trabalhando com as equipes de limpeza nos bairros que estão recebendo o serviço de recapeamento.

SÃO CARLOS / PREFEITURA REALIZA OPERAÇÃO ESPECIAL NA REGIÃO DA RODOVIÁRIA

A Prefeitura de São Carlos, por meio das secretarias de Segurança Pública, de Cidadania e Assistência Social e de Serviços Públicos, realizou uma operação especial na manhã desta segunda-feira (17/08), na região do Terminal Rodoviário.  A Secretaria de Serviços Públicos, com instalação de gradil, cercou uma área pública na avenida Trabalhador São-Carlense, entre as ruas São Joaquim e Alexandrina.  A operação foi realizada na tentativa de garantir espaços que não propiciem aglomeração como medida de prevenção a disseminação da COVID-19. Praças próximas à rodoviária também estavam no cronograma de ação, pois esses espaços têm sido utilizados pela população em situação de rua.

“Foi mais uma ação para fazer com que essas pessoas conheçam os serviços que o município oferece, como a Casa de Passagem e o Centro POP que atende somente a população em situação de rua”, explica Samir Gardini, secretário de Segurança Pública.

A Secretaria de Cidadania faz a abordagem social, que busca sensibilizar as pessoas em situação de rua a ir para os serviços de acolhimento de forma a garantir seus direitos e acesso aos cuidados pessoais, bem como acesso ao trabalho socioeducativo frente a essa situação. “Há duas semanas as pessoas que permanecem nessa região tem sido orientadas pela nossa equipe sobre a ação na região”, diz Glaziela Solfa Marques, secretária de Cidadania e Assistência.

“Algumas pessoas chegavam à rodoviária, vindas de outras cidades e já se juntavam a esses moradores que já estavam no canteiro, aumentando diariamente o número de gente e causando aglomeração”, disse Gardini.

Ainda de acordo com a secretaria de Cidadania e Assistência Social, Glaziela Solfa Marques, várias ações vem sendo desenvolvidas para ampliação dos atendimentos, mas realmente algumas pessoas não aceitam ir para os serviços de acolhimento. “A Prefeitura reformou a Casa de Passagem que em virtude da pandemia está acolhendo pessoas em situação de rua agora em tempo integral para garantir a quarentena”. Também foi organizado um novo espaço de acolhimento emergencial, sobre a responsabilidade da Divina Misericórdia, além de serem disponibilizados os serviços oferecidos pelo Centro POP. Também ocorre um trabalho articulado junto ao Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS-AD) e do Consultório na Rua, que está fazendo a testagem para diagnóstico do novo coronavírus dessa população.

Além das ações concentradas de testagem para a COVID-19, quando são identificadas pessoas com sintomas, são seguidos os protocolos da Vigilância Epidemiológica, para acompanhamento clínico e isolamento.

O Centro POP fica na rua São Joaquim, 818, no Centro. A Casa de Passagem localiza-se na rua Rotary Clube, 101, na Vila Marina.

SÃO CARLOS / RECAPEAMENTO AVANÇA E ATENDE MAIS TRÊS BAIRROS SIMULTANEAMENTE

O serviço de recapeamento segue por várias regiões da cidade dentro da etapa dos R$ 30 milhões liberados pelo Banco do Brasil para a Prefeitura de São Carlos. No total serão recapeados 27 bairros e 1.500 quarteirões nesta fase.

Na região central a equipe iniciou o recapeamento pela avenida Carlos Botelho, seguindo para a XV de Novembro, rua Jesuíno de Arruda, Padre Teixeira e Treze de Maio. Também já atendeu o Jardim Cardinalli, Portal do Sol, Ipanema, Santa Mônica, Vila Pureza e fez trecho que faltava na Miguel Petroni (sentido rodovia/centro) e trecho da avenida Trabalhador São-carlense. Uma equipe também fez alguns trechos do Santa Felícia, porém para terminar o serviço nesse bairro será necessário aguardar que o SAAE finalize os trabalhos nessa região.

Pelo cronograma estabelecido pela Secretaria de Obras Públicas e de Serviços Públicos, após essa etapa as equipes seguem para o Jardim Itamaraty na próxima semana. Até o momento já foram feitos mais de 270 mil metros quadrados de recapeamento nesta etapa.

De acordo com o secretário de Obras Públicas, Reginaldo Peronti, pasta que coordena os trabalhos e que fiscaliza a qualidade do serviço prestado pelas empresas vencedoras dos processos licitatórios, ainda serão atendidos os seguintes bairros: Jardim Medeiros, Jardim Beatriz, Vila Carmem, Boas Vista (1 e 2), Recreio dos Bandeirantes, Jardim Bandeirantes, Jardim Brasil, Vila Monteiro, Jardim Ricetti, Bicão, Vila Nery, Jardim Tortorelli (duas últimas ruas), Vila Marina, Jacobucci, Vila São José, Munique, Maria Stella Fagá e trechos da avenida Trabalhador São-carlense, próximo à USP e terminal rodoviário.

“Nos reunimos com o SAAE e a equipe da autarquia sempre vai passar antes para verificar a situação das vias e se necessário já faz a parte deles. Também estamos trabalhando com as equipes de limpeza nesses locais e de poda de árvores nas áreas públicas”, explica Mariel Olmo, secretário municipal de Serviços Públicos.

Na etapa anterior quando foram investidos R$ 20 milhões com recursos da Caixa Econômica Federal, foram recapeados 956 quarteirões, outros 745 foram recuperados com recursos próprios, totalizando 1.701 quarteirões recuperados. Já nesta etapa dos R$ 30 milhões a previsão é recapear mais 1.500 quarteirões, totalizando 3.200 quarteirões. Recentemente também foi investido R$ 1,8 milhão com recursos próprios no recapeamento do bairro Presidente Collor.

O prefeito faz questão de acompanhar o serviço em todas as regiões da cidade. No início dessa semana esteve na rua Jesuíno de Arruda e nos bairros São Carlos III e Ipanema. “O serviço de recape não vai parar até o final da minha administração. Além desses R$ 30 milhões temos outros recapes que vamos tentar fazer com recursos próprios. A nossa intenção é recapear 90% das ruas da cidade até dezembro”, afirmou o prefeito Airton Garcia.

SÃO CARLOS / PGM PRETENDE INSTALAR NOVO SISTEMA DE REGULARIZAÇÃO FISCAL

A Procuradoria Geral do Município (PGM) está fazendo gestões para a inovação do setor com foco na Divisão de Execução Fiscal.

Para buscar maior eficiência na arrecadação e conhecer novos sistemas, o procurador do departamento de Execução Fiscal, Drº Luan Pomarico, esteve em Embu das Artes para conhecer o departamento de execução fiscal e o setor de cobranças da cidade, chefiado pelo procurador municipal, Drº Josimar Bezerra, e que vêm desenvolvendo uma ação inovadora na cobrança de créditos fiscais que resultou em comprovado aumento de receita para o município.

De acordo com o novo Procurador Geral do Município, Drº Alexandre Carreira Martins Gonçalves, a intenção é trazer para São Carlos um sistema mais efetivo de cobranças de débitos e regularização fiscal. “Por isso estamos conhecendo novos sistemas já implantados em outros municípios para verificar qual deles é mais próximo da nossa realidade. A nossa intenção é modernizar todo o nosso setor”, explica o procurador geral.

SÃO CARLOS / Em nova atualização, São Carlos segue na Fase Amarela do Plano SP

São Carlos e região continuam na Fase Amarela. Na tarde desta sexta-feira, 07, o governador João Doria anunciou a décima atualização do Plano SP, durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes.

O Plano SP avalia o número de casos, expansão da pandemia, número de óbitos e a taxa de internações de cada região.

O presidente da ACISC (Associação Comercial e Industrial de São Carlos) comemora a manutenção. “Nossa região está fazendo a lição de casa. Com isso, São Carlos continua na Fase Amarela, o que possibilita a manutenção de uma maior liberação das atividades comerciais e dos serviços não essenciais”, afirmou.

As atividades comerciais não essenciais continuarão funcionando de segunda a sábado, das 10h às 16h. O funcionamento de restaurantes, bares e similares, bem como, salões de beleza e estética e as academias, também poderão continuar atendendo presencialmente, respeitando as recomendações de segurança e adotando os protocolos padrões e setoriais específicos.

Zelão volta a reforçar a necessidade de se continuar atento, nas próximas duas semanas, para que São Carlos e região possam seguir avançando no Plano SP. “Mais duas semanas e a gente consegue avançar para a Fase Verde, como prevê o governo estadual. Portanto, vamos continuar atentos, respeitando as medidas de distanciamento social e os protocolos sanitários, para melhorar, ainda mais, a nossa classificação e aumentar a flexibilização das nossas atividades comerciais”, enfatizou.

As normas sanitárias são as mesmas para todos os segmentos: disponibilizar higienização para funcionários e consumidores com álcool gel 70% em pontos estratégicos; os funcionários devem utilizar máscaras durante toda a jornada de trabalho, assim como os consumidores; o acesso e o número de pessoas nos estabelecimentos devem ser controlados; manter todas as áreas ventiladas; e a fila deve ter distanciamento de 2 metros entre as pessoas.

IBATÉ / Alunos de Ibaté recebem kit com hortifruti e produtos da cesta básica

Desde o mês de maio a Prefeitura de Ibaté, por meio da Secretaria Municipal de Educação e do Departamento de Merenda Escolar (CPA), está realizando a distribuição de kits merenda escolar para os alunos das 14 unidades de sua rede municipal de ensino. Neste mês de agosto, a distribuição dos kits, que aconteceu na última semana, foi reforçada com hortifruti.

Além dos produtos da cesta básica, como arroz, feijão, farinha de trigo, fubá, açúcar, macarrão, sal, leite em pó e óleo de soja, as famílias receberam também um kit com 1 kg de cada produto: batata, cebola, cenoura, tomate, maçã e banana nanica, produzidos pela agricultura familiar. Ainda foram passadas orientações sobre a higienização das mãos, das embalagens e das frutas, verduras e legumes antes do consumo.

A Secretária Municipal de Educação de Ibaté, Fátima Heck Vaz, lembrou que o kit de hortifruti reforça o trabalho que a Prefeitura de Ibaté já vem fazendo com a distribuição do kit merenda. “Todos os alunos matriculados na rede municipal de ensino, desde a Creche até o quinto ano do Ensino Fundamental, recebem mensalmente o kit merenda que agora ganhou reforço com hortifruti. Além de melhorar na qualidade da alimentação, esse reforço também colabora com a economia da agricultura familiar”.

Em situações normais, a Prefeitura de Ibaté oferece a merenda nas férias, mas com o isolamento social durante a pandemia foi necessário criar uma outra alternativa, entregando o alimento para que a própria família prepare em casa.

A distribuição dos kits é feita na unidade escolar em que o aluno está matriculado e realizada pela equipe escolar, seguindo todas as medidas sanitárias para o controle do Coronavírus. A recomendação é a de que os responsáveis não levem as crianças ou acompanhantes na hora da retirada, para não haver aglomerações.

IBATÉ / Ibaté reforça kit merenda com hortifruti da agricultura familiar

Frutas e legumes complementam a cesta básica entregue para alunos da rede municipal de ensino

A Prefeitura de Ibaté, por meio da Secretaria Municipal de Educação e o Departamento de Merenda Escolar (CPA), realizou na última semana a distribuição de kits de hortifruti da agricultura familiar para os alunos das 14 unidades da rede de ensino da cidade. O kit foi composto por 1 kg de cada produto: batata, cebola, cenoura, tomate, maçã e banana nanica, produzidos pela agricultura familiar.

A Secretária Municipal de Educação de Ibaté, Fátima Heck Vaz, lembrou que as famílias ainda receberam orientações para a higienização das mãos, das embalagens e das frutas, verduras e legumes antes do consumo.

“Um projeto que além de ajudar na alimentação dos nossos alunos, ainda está ajudando os produtores agrícolas locais”.

A chamada pública dos agricultores familiares e a entrega dos kits para as famílias foi realizado com o acompanhamento do Conselho de Alimentação Escolar (CAE) e com base na Lei n° 13.987/2020, de 07/04/2020, que visa ajudar na alimentação das crianças durante o período de suspensão das aulas em razão da pandemia da Covid-19.

Kit merenda

O projeto reforça o trabalho que a Prefeitura de Ibaté vem fazendo, desde o mês de maio, com a distribuição de kit merenda. Todos os alunos matriculados na rede municipal de educação, desde a creche até o quinto ano do Ensino Fundamental, recebem mensalmente um kit com arroz, feijão, farinha de trigo, fubá, açúcar, macarrão, sal, leite em pó e óleo de soja.

Fátima Heck Vaz destacou que em situações normais a Prefeitura de Ibaté oferece a merenda nas férias, mas com o isolamento social durante a pandemia foi necessário criar uma outra alternativa, entregando o alimento para que a própria família prepare em casa.

A distribuição dos kits é feita na unidade escolar em que o aluno está matriculado e realizada pela equipe escolar, seguindo todas as medidas sanitárias para o controle do coronavírus.

Para o mês de agosto, a entrega do kit merenda em Ibaté começa nesta terça-feira (25) e vai até o dia 28 de agosto, com a seguinte

programação:

25/8 – Berçário I e Pré I das 7h30 às 11h30

25/8 – Berçário II e Pré II das 12h30 às 16h30

26/8 – Maternal I e 1º ano das 7h30 às 11h30

26/8 – Maternal II e 2º ano das 12h30 às 16h30

27/8 – 3º ano das 7h30 às 11h30

27/8 – 4º ano das 12h30 às 16h30

28/8 – 5º ano das 7h30 às 11h30

28/8 – EJA das 12h30 às 16h30

IBATÉ / Covid 19: Bares e restaurantes de Ibaté podem abrir até às 22h

Após ajuste nas regras da Fase Amarela do Plano SP, feitas pelo Governo do Estado, a Prefeitura de Ibaté publicou o Decreto n◦ 2.874, de 14 de agosto de 2020, que altera parte do artigo 11 do Decreto nº 2.844, de 22 de abril de 2020 e autoriza restaurantes, padarias e estabelecimentos de alimentação a funcionarem até às 22 horas.

O texto do Decreto esclarece que para bares, restaurantes e similares é permitido consumo local, por no máximo seis horas consecutivas ou intercalada dentro do período das 7h às 22h, caso o estabelecimento possua área ao ar livre ou em áreas arejadas. O Decreto também estende até 31 de agosto de 2020, as medidas de distanciamento social e a suspensão das atividades não essenciais no âmbito da administração municipal.

Ibaté está na Fase Amarela do Plano SP desde o dia 27 de julho e tem acompanhado as regras de flexibilização determinadas pelo Governo do Estado, fiscalizando e orientando a população por meio da Vigilância Sanitária, Epidemiológica, Fiscalização de Posturas, Guarda Civil Municipal e Policiais Militares.

Apesar da autorização, a Prefeitura reforça as recomendações de prevenção e controle da disseminação do coronavírus, como organizar filas com distância mínima de 1,5 metros entre as pessoas, evitar aglomerações e seguir protocolos de higiene, com o uso obrigatório de máscaras facial e de álcool gel.

Um Termo de Responsabilidade, anexo ao Decreto, deve ser assinado por todos os representantes dos estabelecimentos que queiram funcionar. O Decreto n◦ 2.874, de 14 de agosto de 2020, está disponível no site da Prefeitura de Ibaté (https://www.ibate.sp.gov.br/)

Dados

Segundo dados da Vigilância Epidemiológica de Ibaté divulgados nesta terça-feira (18) o município tem 206 casos confirmados, sendo que 192 já estão recuperados, 11 se recuperam em domicílio e nenhum caso internado. Ibaté registrou três óbitos pela doença e a Taxa de Letalidade no município (relação entre o número de óbitos e o número de casos diagnosticados) é de 1,46%.

SÃO CARLOS / ACISC São Carlos lança Pesquisa de Satisfação do Associado

A ACISC (Associação Comercial e Industrial de São Carlos) disponibiliza uma Pesquisa de Satisfação do Associado. Somente os associados poderão ter acesso ao questionário.

O presidente da entidade, José Fernando Domingues, explica que o objetivo é ouvir os associados e melhorar, ainda mais, os serviços que são oferecidos pela ACISC.

“Temos o compromisso de prestar serviços de qualidade, incluindo um respeito profundo aos nossos associados, colaboradores e comunidade empresarial. As melhorias só ocorrem quando temos um canal de comunicação com todas as partes e essa é uma grande oportunidade para o associado participar e indicar caminhos para que a ACISC possa seguir melhorando os seus serviços, atendendo às expectativas”, afirmou Zelão.

A Pesquisa pode ser acessada no site da ACISC, através do link www.acisc.com.br/satisfacao. O associado vai digitar seu código – que pode ser localizado no boleto da mensalidade ou através do telefone 3362.1900 – e o CNPJ da sua empresa, sendo direcionado ao questionário que contém sete perguntas. “A finalidade dessa pesquisa é medir o índice de satisfação dos nossos associados e aprimorar o nosso Sistema de Gestão da Qualidade”, disse o presidente.

Zelão finaliza convidando todos os associados para que participem. “A participação do associado é muito importante, pois a partir dessas respostas e opiniões, a ACISC terá condições de aprimorar o atendimento, serviços e benefícios oferecidos às empresas associadas”, finalizou.