FORÇA TAREFA INTENSIFICA VISTORIAS EM SUPERMERCADOS

A Força Tarefa composta pela Guarda Municipal, Departamento de Fiscalização, PROCON, Vigilância Sanitária e Polícia Militar intensificaram no último final de semana, as vistorias em supermercados e congêneres para verificar o cumprimento da orientação conjunta entre Ministério Público de São Carlos e a Prefeitura Municipal com as exigências estipuladas na ata de reunião do último dia 23 de dezembro, devido a fase vermelha do Plano SP em combate a Covid-19.

O cumprimento se deu após os representantes dos supermercados serem convocados para uma reunião no auditório do Paço Municipal, para reforçar o compromisso do cumprimento das exigências previstas nas legislações municipais e do Plano São Paulo, principalmente em relação ao controle de acesso e as normas sanitárias contra a disseminação da doença, disse o Coordenador do Comitê, Mateus de Aquino.

O Secretário Municipal de Segurança Pública e Defesa Socia, Samir Gardini, informou que desde sexta-feira (25), as equipes de força tarefa realizaram 23 vistorias, quatro supermercados foram devidamente orientados a cumprir as determinações e um deles notificado a encerrar as atividades por não vender produtos essenciais. Além dessas irregularidades, mais três comércios de atividades não essenciais foram notificados a encerrar as atividades não permitida dentro da Fase Vermelha do Plano São Paulo, disse Gardini.

Segundo o Diretor do Departamento de Fiscalização Rodolfo Tibério Penela, os trabalhos de fiscalização continuam nesta semana, principalmente em relação ao cumprimento da sentença judicial, não só em supermercados como também, não permitir a realização de festas de grande aglomeração de pessoas sem as devidas licenças.

De acordo com a diretora do Procon de São Carlos, Juliana Cortes, o trabalho no controle de acesso e o cumprimento das normas sanitárias em supermercados e congêneres, são essenciais nessa época do ano. “Nessa época do ano muitas pessoas procuram os supermercados para as compras da ceia. É um trabalho conjunto de orientação, pedimos também, a conscientização das pessoas de irem aos supermercados sozinhas, não em grupos familiares, para evitarmos aglomerações e a exposição desnecessária nesses lugares”, orientou ela.

Ibaté oferece formação para novos Guardas Municipais de Brotas

Agentes de Brotas estão participando do processo de formação ministrado para GCMs de Ibaté. Guardas já estão na segunda fase do curso e em estágio supervisionado

A Prefeitura de Ibaté, por meio de sua Guarda Civil Municipal (GCM), está oferecendo curso de formação para quatro novos agentes da cidade de Brotas.

A parceria entre os municípios foi um convite da Prefeitura de Ibaté que contratou três novos guardas para reposição do efetivo da corporação, e já iniciou o processo de formação. Com essa contratação, Ibaté passa a contar com 44 agentes.

Vitor Reis, comandante da GCM de Ibaté, explicou que a grade curricular para o curso de formação, estabelecida pela Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça (SENASP), é a mesma para as duas cidades, com exceção das leis municipais. “Isso torna possível a integração das turmas. As leis municipais foram estudadas separadamente por cada turma na primeira semana do curso e depois seguimos juntos.

Ibaté já é referência na formação de GCMs na macrorregião”.

A primeira fase do curso contou com 600 horas de aulas teóricas e práticas, seguindo a matriz curricular da SENASP e foram realizadas, presencialmente, em Ibaté. As turmas estão, agora, finalizando a segunda fase do curso, com aulas ministradas na mesma plataforma EAD e realizando estágio operacional supervisionado nas ruas de cada município.

O comandante da Guarda Municipal de Brotas, Davi Bueno, enfatizou a importância da parceria que possibilita a troca de experiências entre os efetivos e comandantes. “Vejo com bons olhos essa integração e penso que é só o início para novas ações em parceria entre Brotas e Ibaté e até como modelo a ser seguido por outros municípios. Agradeço ao Prefeito de Ibaté, José Luiz Parella, ao comandante Vitor Reis e a todos os instrutores por terem concedido o treinamento para Brotas totalmente gratuito. Assim, a GCM está evoluindo para prestar o melhor serviço para a comunidade em cada município e sempre quem ganha é a população”.

Segundo o comandante Davi Bueno, o efetivo de Brotas agora conta com 23 guardas para melhor atender a demanda, principalmente, no patrulhamento rural do município.

 

Fotos: Ibaté, como referência na formação de GCMs na macrorregião, oferece curso para novos agentes de Brotas

SUPERMERCADOS DEVEM RESTRINGIR O NÚMERO DE PESSOAS DENTRO DOS ESTABELECIMENTOS

A orientação foi repassada durante reunião do Comitê Emergencial de Combate ao Coronavírus, em virtude da grande procura pelas compras de final do ano.

Diante do anúncio do Governo do Estado na última terça-feira (22), sobre as novas restrições do Plano São Paulo com a Fase Vermelha, que determina que entre 25 e 27 de dezembro e 1 e 3 de janeiro, somente atividades essenciais poderão funcionar, o Comitê Emergencial de Combate ao Coronavírus, esteve reunido com representantes de supermercados da cidade para a colaboração no controle da entrada dos clientes nos estabelecimentos e o cumprimento dos protocolos sanitários contra a transmissão da Covid-19.

Presidiram a reunião, o coordenador do Comitê Emergencial de Combate ao Coronavírus, Mateus Aquino, a chefe da Vigilância Sanitária, Fernanda Cereda, a Diretora do Procon de São Carlos, Juliana Cortes, o Secretário Municipal de Segurança Pública e Defesa Social, Samir Gardini e o diretor de Fiscalização da Secretaria de Habitação, Rodolfo Tibério Penela.

Diante o encontro ficou decidido que os supermercados não devem ultrapassar o máximo de 1 pessoa para cada 4 metros quadrados de área livre do imóvel, com capacidade total controlada pelo estabelecimento.

Deverá cada estabelecimento evitar filas no lado externo, sendo inclusive, recomendado haver o controle no estacionamento dos locais para evitar filas desnecessárias com aglomerações de pessoas.

Os referidos locais poderão vetar a entrada de acompanhantes, inclusive crianças, salvo nos casos previstos em legislação específica. Poderão ser fornecidas senhas nos estacionamentos de veículos para evitar aglomerações. Os supermercados, dependendo da falta de algum produto específico, limitar a quantidade de venda de qualquer produto, desde que devidamente comunicado e avisado em local visível aos clientes.

De acordo com a diretora do Procon, a cooperação do setor é fundamental para que não sejam alvos de fiscalização. “Com o fechamento dos estabelecimentos comerciais não essenciais, o movimento será maior nos supermercados. Nossa preocupação é com as aglomerações que isso pode gerar”, disse Juliana Cortes.

Além do controle do número de clientes dentro desses estabelecimentos, a chefe da Vigilância Sanitária, Fernanda Cereda, também lembrou que esses locais devem continuar com os protocolos contra a doença. “Precisamos da colaboração dos supermercados tanto no controle do acesso, como também, na aferição da temperatura dos clientes na hora da entrada, que hoje é exigido por meio de uma portaria estadual. Não podemos deixar de cobrar a higienização dos carrinhos e o distanciamento para não colocar os clientes e os funcionários em risco.”

Após a reunião também ficou deliberado uma operação a ser realizada pela força tarefa do município nos próximos dias. “Vamos fazer uma operação para intensificar as vistorias em bares, restaurantes e supermercados, justamente cobrando o cumprimento das regras e as restrições que determina a fase vermelha do plano São Paulo.”, disse o diretor de Fiscalização, Rodolfo Tibério Penela.

A força tarefa, comandada pela Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social, também conta com o apoio da Polícia Militar, Guarda Municipal, Departamento de Fiscalização da Secretaria Municipal de Habitação e Desenvolvimento Urbano, Procon e Vigilância Sanitária. De acordo com Samir Gardini, o trabalho de fiscalização é pautado na orientação. “Trabalhamos sempre com a orientação dando prioridade para os casos mais críticos de descumprimento das regras. Nós pedimos a colaboração de todos os segmentos com as restrições da Fase Vermelha. Em caso de descumprimento, as pessoas podem fazer denúncias”.

Para o coordenador do Comitê Emergencial de Combate ao Coronavírus, Mateus Aquino, a conscientização é muito importante nesse momento. “Os supermercados devem seguir as regras de atendimento, mas as pessoas também devem ter a conscientização da situação que o município enfrenta com a Covid. Então, ao ir ao supermercado pedimos que evitem ir em várias pessoas, que respeitem os limites impostos, e que todos se cuidem para impedirmos o máximo a transmissão da doença neste momento”, concluiu o coordenador do Comitê.

BARES E RESTAURANTES DE SÃO CARLOS DEVEM SEGUIR A FASE VERMELHA DO PLANO SÃO PAULO DE COMBATE AO COVID-19

A preocupação pelo cumprimento do plano está relacionada com o aumento de casos positivos da doença no município.

O Comitê Emergencial de Combate ao Coronavírus esteve reunido na manhã desta quarta-feira (23), no Paço Municipal, com proprietários de bares, restaurantes, pizzarias e lanchonetes para anunciar que o munícipio irá seguir as novas regras de restrições relativa às atividades econômicas não essenciais para frear o avanço da pandemia. A preocupação do cumprimento imediato e temporário da “Fase Vermelha” do Plano São Paulo, estabelecido pelo Governo do Estado, também se dá pelo avanço do número de casos positivos de Covid-19 registrado no município.

Anunciado pelo Governo do Estado na última terça-feira (22), as novas restrições do Plano São Paulo, determina que entre 25 e 27 de dezembro e

1 e 3 de janeiro, somente atividades essenciais poderão funcionar.

Nestes seis dias específicos, o atendimento presencial está proibido em shoppings, lojas, concessionárias, escritórios, bares, restaurantes, academias, salões de beleza e estabelecimentos de eventos culturais. As Farmácias, mercados, padarias, postos de combustíveis, lavanderias e serviços de hotelaria estão liberados, desde que cumpram os protocolos sanitários contra a doença e o limite no atendimento das pessoas.

Além do cumprimento da sentença judicial em virtude de uma ação civil pública movida pelo Ministério Público contra a flexibilização do Plano SP no município, o coordenador do Comitê Emergencial de Combate ao Coronavírus, Mateus de Aquino, reafirmou que o implemento das novas determinações do Plano SP se faz necessário para uma maior conscientização, não só por parte dos estabelecimentos comerciais, como também, de toda a população diante ao avanço do número de casos da

Covid-19 registrado em São Carlos.

“Para nós do comitê é muito importante esse diálogo para temos o equilíbrio diante de um assunto tão sério que é a Covid-19. Hoje temos no município uma situação preocupante, é fato pela nossa transparência que o número de contaminação está aumentando.  Agora é hora de cautela e regrar o nosso convívio social, não podemos ser omissos diante desta situação, a conscientização é fundamental para a segurança das nossas vidas”, finalizou o coordenador Mateus de Aquino.

Prefeitura de Ibaté faz balanço de ação contra Dengue

Arrastão, realizado pela Prefeitura nos bairros Popular e Encanto do Planalto, contabilizou mais de mil casas visitadas e a retirada de 16 caminhões de lixos

Em uma ação conjunta entre a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, Serviços Públicos e Fiscalização, a Prefeitura de Ibaté realizou na última semana um Arrastão contra a Dengue no bairro Popular e no bairro vizinho Encanto do Planalto.

Durante o arrastão, agentes da Prefeitura visitaram as residências orientando, distribuindo material informativo e retirando de quintais e áreas externas objetos parados que poderiam acumular água, como latas, pneus, garrafas pet, lonas, sacolas plásticas, pratos de plantas, utensílios velhos etc.

No bairro Popular, os agentes visitaram 848 casas e a equipe percorreu

30 quarteirões, com a retirada de 10 caminhões de lixo e três caminhões de material reciclável. Já no bairro Encanto do Planalto, foram percorridos 17 quarteirões, com a retirada de mais três caminhões de lixo e a visita de mais 296 casas. Nos dois bairros, cinco casas foram notificadas para limpeza.

Paula Salezzi Fiorani, coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Ibaté, destacou que esse é um trabalho preventivo necessário neste período de chuvas, quando aumenta a proliferação do mosquito aedes aegypti, transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya. “Apesar da situação controlada em Ibaté, as orientações e os cuidados para eliminar criadouros do aedes aegypti devem continuar, principalmente, durante as chuvas.  O ciclo de vida do mosquito é de 7 a 10 dias, por isso, cada munícipe deve fazer a limpeza de seu quintal uma vez por semana”.

Ibaté vem realizando um trabalho contínuo contra a Dengue, com ações que são intensificadas no período de chuvas. No início do ano, a Prefeitura se mobilizou com mutirões nas residências para eliminar criadouros, fez a distribuição de material informativo em semáforos e no comércio e pedágios com faixas e cartazes para conscientizar a população sobre os perigos da doença. A Rede Municipal de Ensino também participou das atividades, desenvolvendo com os alunos projetos pedagógicos sobre o tema.

O último caso confirmado de Dengue no município foi no dia 19 de junho.

Segundo dados da Vigilância Epidemiológica de Ibaté, atualizados nesta quarta-feira (23), em 2020 o município registrou 24 positivos de Dengue, com 139 casos notificados, sendo que 114 deram negativos. Nessa atualização, apenas um caso suspeito da doença aguardava resultado.

 

FOTO: Prefeitura faz Arrastão contra a Dengue em Ibaté como ação preventiva neste período de chuvas, quando aumenta a proliferação do mosquito aedes aegypti

Prefeitura de Ibaté conclui pintura de praças

Prefeitura realizou a pintura de 13 praças da cidade. Nesta semana, o trabalho foi concluído com melhorias em praças do Jardim América e do Jardim Cruzado

A Prefeitura de Ibaté, por meio da Secretaria Municipal de Obras, concluiu nesta semana a pintura de 13 praças da cidade, finalizando o trabalho em praça do Jardim América, na Rua Benedito de Arruda Camargo (em frente Academia Municipal) e em praça do Jardim Cruzado, na Avenida Antônio Jorge esquina com a Rua José Giro.

Executado por empresa vencedora de licitação, com a supervisão da Secretaria de Obras de Ibaté, o serviço incluiu lavagem do local e pintura em postes altos e baixos, gradil, bancos, lixeiras, muros e muretas, brinquedos de parquinho, escadas, corrimão, guias, ponto de ônibus, fachadas das edificações que ficam nas praças e até em esculturas decorativas. O Secretário Municipal de Obras, Daniel Luis Antonio Cardoso, destacou que para que o conjunto ficasse bonito e bem conservado foram feitas pinturas completas, em todos os elementos que compõem cada praça.

O Prefeito de Ibaté, José Luiz Parella, lembrou que as pinturas foram feitas em praças de vários bairros da cidade. “Começamos com a pintura de praças centrais, como a São Benedito e a Praça dos Funcionários da Antiga CBT, na Avenida São João, e concluímos com as praças do Jardim América e do Jardim Cruzado. Nossa preocupação é com a manutenção de toda a cidade, passando e cuidando de cada bairro”.

Dentro da política de manutenção predial da Prefeitura, Zé Parrella lembrou que também estão sendo feitos reparos e pinturas de vários prédios públicos, como centros comunitários e unidades de saúde, além da pintura completa de seis escolas municipais de Ibaté.

As 13 praças de Ibaté que receberam pintura:

Praça São Benedito – Rua Domingos Cardoso – Bairro São Benedito Praça dos Funcionários da Antiga CBT – Avenida São João – Centro Praça Durvalino Chiuzi – Rua Júlio Donatoni – Jardim Mariana Praça Durvalino Chiuzi – Rua Júlio Donatoni – Jardim Mariana Praça do Jardim Menzani – Av. Aniello Giusepe Pepo de Cápua Praça Brasil – Rua Visconde de Pelotas – Santa Terezinha Praça dos Trabalhadores – Rua Espírito Santo – Conj. Hab. Pedro Riccó da Silva Praça Dagnino Rossi – Rua Alfredo Ianoni – Conj. Hab. Com. Nello Morganti Praça Manoel Lopes –  Rua Gelindo Thamos – Jardim Icaraí Praça Jardim América – Rua Benedito de Arruda Camargo (em frente Academia Municipal) – Jardim América Praça Jardim Cruzado II – Rua Araraquara esquina Rua Benedito Barreto – Jardim Cruzado II Praça Jardim Cruzado – Av. Antonio Jorge esquina Rua José Giro – Jardim Cruzado Praça das Águas – Av. São João – Vila Bandeirantes Praça da Avenida São Paulo (em frente linha férrea, do Popular até Encanto Planalto)

 

FOTOS: Nova pintura em praças do Jardim América e do Jardim Cruzado em Ibaté

PREFEITURA DIVULGA BALANÇO DE ATUAÇÕES PELO DESCUMPRIMENTO DO PLANO SP CONTRA A COVID-19

A Prefeitura de São Carlos, por meio da Força Tarefa composta por representantes da Polícia Militar, Guarda Municipal, Segurança Pública e Defesa Social, Departamento de Fiscalização da Secretaria Municipal de Habitação e Desenvolvimento Urbano, Procon e Vigilância Sanitária atualizou os dados da fiscalização em virtude ao descumprimento do Plano SP e das normas sanitárias impostas para o enfrentamento da Covid- 19.

De acordo com o levantamento realizado pelo secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Samir Gardini, desde o mês de novembro até o último final de semana, dia 20 de dezembro, 87 estabelecimentos comerciais foram vistoriados pela força tarefa, sendo que 6 eventos foram interditados. Desde o período da “Fase Amarela” estabelecida pelo Plano SP no combate ao coronavírus, o município recebeu 160 denúncias de festas irregulares, com 131 orientações via telefone da Guarda Municipal. De acordo com o levantamento, 10 estabelecimentos comerciais foram interditados pelo descumprimento do Plano SP, e 6 notificados por descumprirem normas sanitárias de combate ao vírus.

Só na semana de 14 a 20 de dezembro, 12 locais foram vistoriados, 46 denúncias foram recebidas, 73 orientações foram passadas pela Guarda Municipal e 2 festas foram interditadas pela força tarefa. “Quero deixar claro que trabalhamos com prioridades, apesar de estarmos na “Fase Amarela” do Plano São Paulo, a maioria das pessoas ainda estão despreocupadas com a gravidade da doença e com as normas estabelecidas para as atividades comerciais. Mesmo com dificuldade, estamos conseguindo fazer o nosso trabalho, infelizmente além das festas clandestinas que conseguimos interditar, temos estabelecimentos que acabam descumprindo o que determina o decreto estadual que o município é obrigado a seguir”, avaliou Gardini.

O secretário de Segurança Pública e Defesa Social ainda ponderou que todos os estabelecimentos comerciais devem rever suas posturas, para não se prejudicar dentro do possível. Qualquer pessoa pode e deve colaborar com denúncias por meio do telefone 153, na ouvidoria da prefeitura pelo telefone 3362-1080, ou até mesmo com denúncias no Ministério Público. Quem for flagrado organizando aglomeração de pessoas está sujeito as penalidades do artigo 268 do Código Penal, que cita sobre infringir uma determinação do poder público.

A prefeitura já prevê novas operações nas próximas semanas, que compreende as comemorações do Natal e Ano Novo, e está juntando documentações das pessoas que foram flagradas realizando festas irregulares. Toda o levantamento será encaminhado para a Polícia Civil, para uma análise e a possível abertura de um inquérito policial pelo descumprimento do Plano SP. O descumprimento se compreende pelo crime de saúde pública e o crime de desobediência, uma vez, que várias pessoas e organizadores de festas clandestinas já foram notificadas mais de uma vez.

De acordo com o Departamento de Fiscalização da Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Urbano, a multa para quem descumprir o Plano SP contra a Covid-19, pode variar entre R$ 600 a R$ 2 mil. No caso de eventos com venda de ingressos, os organizadores, bem como o proprietário do imóvel alugado, estão sujeitos a uma multa de R$ 50 mil.

PREFEITURA E DIOCESE AVALIAM AMPLIAR PARCERIAS COM PROGRAMAS SOCIAIS

A maior preocupação levantada pelo Bispo Dom Eduardo Malaspina foi o apoio a população em situação de vulnerabilidade social por causa da pandemia.

Representando o prefeito Airton Garcia, o vice-prefeito eleito, Edson Ferraz e a Secretária de Cidadania e Assistência Social, Glaziela Solfa Marques, estiveram reunidos na manhã desta segunda-feira (21), com o Bispo Dom Eduardo Malaspina para estreitar laços com ações sociais da Diocese de São Carlos e a Prefeitura nos próximos anos. Entre os assuntos abordados estão os problemas sociais a serem enfrentados por causa da pandemia.

A reunião realizada na Cúria Diocesana também contou a participação do diácono da Paróquia de São Guadalupe, Marcelo Salgado e do Padre da Igreja São Nicolau de Flue, Robson Luiz Caramano. Durante o encontro também foi discutido a importância de ações sociais desenvolvidas em conjunto com o município, como a atuação da igreja na ajuda com o mapeamento dos moradores do assentamento social em busca de um sonho, prestes a ser entregue para 79 família no bairro Antenor Garcia. “Nós como Diocese, estamos aqui para contribuir de forma positiva com a sociedade. Nosso papel é articular as ações para que as pessoas que estão vivendo situações de vulnerabilidade possam ser atendidas. Foi um encontro de grande importância para juntos, continuamos realizando essas ações sociais junto as periferias”, avaliou o bispo Dom Eduardo Malaspina.

Segundo a Secretária de Cidadania e Assistência Social essa integração, não só da Igreja Católica, mas como de outras igrejas, setores da sociedade e movimentos sociais são de grande importância para o fortalecimento da assistência social, que pode se agravar ainda mais por causa da pandemia. “As igrejas têm grande força nos bairros e já realizam ações com a população, essa integração traz um fortalecimento para o nosso trabalho e a possiblidade da ampliarmos ainda mais as parcerias em diversos projetos que já realizamos na cidade, como exemplo: O assentamento em busca de um sonho, o trabalho com a população de rua, entre muitos outros. É o momento de avaliarmos todo esse processo e darmos novos encaminhamentos e planejamento”, acrescentou a secretária Glaziela Solfa Marques.

A próxima reunião com o bispo está prevista para o mês de fevereiro “Vamos levar todo o conteúdo discutido para o prefeito Airton Garcia, a tendência nos próximos anos é de fortalecer ainda mais esse apoio. Com certeza é o início de algumas ideias e planos para ampliarmos cada vez mais as ações sociais para aqueles que realmente necessitam”, conclui o vice-prefeito eleito, Edson Ferraz.

Educação: Ibaté realiza atribuição de aulas para 2021

Atribuição será realizada de 14 a 18 de dezembro, de forma presencial, obedecendo as medidas preventivas contra o novo Coronavírus

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Ibaté realiza, de 14 a

18 de dezembro, o processo de atribuição de Classes e Aulas ao Pessoal Docente do Quadro do Magistério para o ano de 2021, de acordo com o Decreto nº 2.902, de 01 de dezembro de 2020.

Respeitando a classificação geral dos docentes da Rede Municipal de Ensino, a atribuição será realizada, presencialmente, na escola “Julio Benedicto Mendes”, localizada na Rua Totó Pessente, 100, no Centro de Ibaté, obedecendo todas as medidas preventivas contra o Coronavírus.

Segundo a Secretária Adjunta de Educação e Cultura de Ibaté, Andréa Samora Soares Falvo, a atribuição normalmente é realizada em único dia.

“Porém, como estamos em pandemia e para evitar aglomeração, estamos fazendo o mesmo processo em cinco dias, de 14 a 18 de dezembro, de segunda a sexta-feira. Também pedimos que o docente leve sua própria caneta, de cor azul, para preenchimento e assinatura do documento”.

Ainda em relação aos cuidados relacionados à pandemia de Covid-19, o docente deverá preencher um Termo de Responsabilidade, declarando que não se enquadra no grupo de risco da doença. “Já os docentes integrantes do grupo de risco, ou que estejam com sintomas gripais, não deverão comparecer e poderão ser representados por procurador”, alertou a Secretária.

 

FOTO: Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Ibaté realiza atribuição para 2021

 

Projeto de Ibaté repercute na África

Professores voluntários da cidade produziram, em 2019, bonecas negras para crianças de Malawi

Uma visita do jovem missionário Luis Henrique Barbano da Silva ao gabinete do Prefeito de Ibaté, José Luiz Parella, trouxe informações da repercussão de um projeto desenvolvido no final de 2019 no município.

Na época, educadores infantis de duas creches de Ibaté trabalharam voluntariamente para confeccionar bonecas negras que, por meio de uma viagem missionária de Luis Henrique, conseguiram chegar até crianças do Malawi, na África.

Luis Henrique, que mora em Ibaté, faz parte de  uma organização cristã evangélica conhecida como Jocum (Jovens Com Uma Missão) e que mobiliza jovens para a obra missionária em várias nações.

Segundo ele, o motivo da visita ao gabinete foi presentear o Prefeito com uma obra de arte que trouxe da viagem: um quadro representando o mapa e a bandeira de Malawi, além de deixar para Parrella uma das bonecas. “Com as restrições do isolamento social, devido à pandemia de Coronavírus, demorei para entregar os presentes para o Prefeito José Luiz Parella. É uma forma simbólica de agradecer Ibaté por esse projeto que levou tanta alegria para as crianças de Malawi. Na África, as crianças não têm brinquedos e quando eu entreguei as bonecas foi um momento muito impactante. Eram crianças órfãs e os olhos delas brilharam e vi que ficaram muito felizes”.

Idealizado pela coordenadora pedagógica da rede municipal de Ibaté Osmara Barbano Claudino, que é mãe do missionário, o projeto ficou conhecido como “Costurando  Sonhos”. Foram produzidas e enviadas 50 bonecas confeccionadas em tecido com o mesmo tom de pele, cabelo cacheado e vestidos usados pelas meninas de Malawi. Para montar a boneca, as professoras voluntárias receberam doações e compraram tecidos e outros materiais com recursos próprios.

Zé Parrella relembrou a empolgação e o envolvimento da cidade na produção das bonecas. “Foi um momento de trabalho voluntário das professoras de Ibaté para que o Luis Henrique pudesse levar as bonecas na sua missão. Hoje temos certeza de que esses brinquedos levaram alegria e que estão dando um pouco de conforto para as crianças lá na África”, finalizou o Prefeito agradecendo.

 

FOTO: Luis Henrique e o Prefeito de Ibaté, Zé Parrella: projeto desenvolvido em 2019 no município levou bonecas para crianças de Malawi, na África