SÃO CARLOS ESTÁ ENTRE AS 3 CIDADES DO BRASIL RECONHECIDAS PELA ONU POR AÇÕES DE ARBORIZAÇÃO URBANA

O programa Tree Cities of The World 2019 é um esforço internacional que reconhece as cidades comprometidas em garantir que suas florestas e árvores urbanas sejam adequadamente mantidas, gerenciadas de forma sustentável e devidamente celebradas. Publicada neste mês no site do programa treecitiesoftheworld.org, a lista divulgada pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO/ONU) conta com outras 58 cidades de 17 diferentes países.

Reconhecido pelo segundo ano consecutivo, São Carlos aparece no ranking do programa internacional com 12.500 árvores plantadas em 450 horas de voluntariado, sendo a terceira cidade do Brasil que mais reflorestou.

Para a candidatura, foram considerados pontos como a gestão da arborização urbana dividida organizacionalmente dentro da estrutura, possuir leis, normas e políticas que sustentam o sistema de arborização, levantar dados qualitativos e quantitativos das árvores na área urbana, pontuar os recursos destinados à gestão de arborização e como ela se distribui nas atividades práticas e apontar eventos e atividades relacionadas a sensibilização da comunidade sobre as árvores urbanas.

De acordo com o secretário municipal de meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Inovação, José Galizia Tundisi, o reflorestamento no munícipio é feito a partir de diversas ações que acontecem durante o ano, com mudas de árvores doadas pela Secretaria de Serviços Públicos, por meio do Horto Florestal. “É uma satisfação ver que o trabalho de reflorestamento no munícipio hoje colhe frutos. Foram mais de 12.500 árvores na criação de 15 parques urbanos plantadas com ajuda de organizações, que corresponde a 322 hectares de área reflorestada”, explicou o secretário.

Para novas ações de reflorestamento o município já conta com um projeto, junto com a Secretaria de Agricultura do Estado, para aquisição de 35 mil mudas que serão destinadas para áreas de recuperação ambiental da cidade.

CIRCUITO ARENA EM CASA 2021 BATE RECORDE DE VISUALIZAÇÕES NA INTERNET

Como o carnaval foi cancelado por conta da pandemia do novo coronavírus, a folia foi virtual em todo o país. Bem longe das aglomerações, típicas nas festas carnavalescas, os artistas que costumam agitar a folia do momo se apresentaram em plataformas de streaming e pelas redes sociais.

Em São Carlos não foi diferente, com organização da Secretaria de Esportes e Cultura, por meio do Centro Municipal de Artes e Cultura (CEMAC), foi realizado o primeiro “Circuito Arena em Casa” de 2021. As apresentações aconteceram na sexta, sábado e domingo de carnaval somente com artistas locais. Os shows foram transmitidos direto do Teatro Municipal pelas redes sociais do CEMAC, sem a participação do público.

Na sexta-feira (12) o público prestigiou a apresentação de samba e samba-enredo com a participação de Gustavo (pandeiro), Vlad, Ricardo e Keila (percussão), Tiago (cavaco), Maurício (violão) e dos cantores Leme, Gustavo, Nara Dom, Leh Lopes, PH (Paulo Henrique), Jota, Du, Regina Dias e Giovana.

No sábado (13), o repertório foi de Axé e Forró com a Banda Vinil 78, Banda Doce Veneno e Tempero Brazuca. Também participam das apresentações os cantores Andréia, Ricardinho, Verônica, Maria, Mih, Rinaldo, Laís, André e Jéssica, Tinho, Veridiana, Thiago Branco, Pedro Vitor e Mariana, Danilo, Pedro Henrique, Aline Braga, Gaby e Rud. Os músicos Izé, Bruninho, Vlad e Binão também participam.

E como já é tradição em São Carlos, para encerrar a programação, no domingo (14), rolou uma matinê no Circuito Arena em Casa com a participação do Grupo Sambanda e muitas marchinhas de carnaval.

De acordo com o diretor de Cultura, Carlos Alberto Caromano, a retomada do programa foi um sucesso, com a participação somente de artistas locais. “A população aprovou a nossa programação, tanto que tivemos mais de 25 mil visualizações nos três dias de apresentações musicais. Foi uma oportunidade para que todos pudessem se divertir de forma segura, sem sair de casa”, avaliou o diretor.

O Centro Municipal de Artes e Cultura (CEMAC) está fechando a programação do Circuito Arena em Casa para os próximos meses, sempre com a participação somente de artistas de São Carlos.

 

Se você perdeu as apresentações do último fim de semana e quer curtir os shows do Circuito Arena em Casa basta acessar o FACEBOOK.COM/CEMAC.SAOCARLOS .

SERVIÇOS PÚBLICOS REALIZA MANUTENÇÃO NAS RUAS DA QUINTA DA FELICIDADE

A Prefeitura de São Carlos, por meio da Secretaria Municipal de Serviços Públicos, iniciou

nesta semana os trabalhos de recuperação das ruas de terra no loteamento de chácaras localizado

na Quinta da Felicidade, na região do Varjão.

De acordo com o secretário municipal de Serviços Públicos, Mariel Olmo, os trabalhos são realizados

após um pedido dos moradores e proprietários de chácaras, após constatar que os locais estavam

intransitáveis devido às fortes chuvas dos últimos dias. Além da terraplanagem das ruas,

os trabalhos contemplam a colocação de cascalhos nas vias, limpeza e roçagem.

 

AIRTON GARCIA E EDSON FERRAZ PARTICIPAM DE VIDEOCONFERÊNCIA COM PREFEITOS DA REGIÃO

O prefeito Airton Garcia e o vice-prefeito Edson Ferraz participaram na manhã deste domingo (14/02), no Paço Municipal, de uma videoconferência com os prefeitos dos 24 municípios que fazem parte da Diretoria Regional de Saúde (DRS III – Araraquara).

A videoconferência foi coordenada pela diretora técnica de Serviço de Saúde da Secretaria de Estado da Saúde, responsável pela DRS III, Sônia Regina Souza Silva e por Edna Martins, diretora de Desenvolvimento Regional do Governo do Estado. O assunto principal foram as variantes do novo coronavírus.

A Prefeitura de Araraquara anunciou que novas cepas estão circulando no município desde a última sexta-feira (12/02) e, por isso, decretou lockdown nos próximos 15 dias, endurecendo as medidas de isolamento social no município, já que os leitos de enfermaria e de UTI operam próximos da ocupação total.

A DRS III e a Diretoria de Desenvolvimento Regional do Governo do Estado, confirmaram que o Estado de São Paulo não tem mais equipamentos disponíveis para a abertura de novos leitos de UTI, mas que as cidades podem fazer como São Carlos, que possui equipamentos e vai abrir 12 novos leitos na Santa Casa com o custeio do Governo do Estado.Outra decisão tomada durante a videoconferência, é que cada cidade tomará as medidas que julgarem necessárias para coibir a aglomeração e manter o distanciamento social.Os municípios também pediram ao Governo do Estado a interrupção das aulas presenciais nas escolas estaduais nas cidades que estão na fase vermelha do Plano São Paulo. Não teve uma definição sobre essa solicitação, mas a equipe ficou de analisar a reivindicação.

“Por enquanto não temos a comprovação de que essas variantes já estejam circulando em São Carlos, porém entendemos que isso pode acontecer rapidamente. As cidades são muito próximas e as pessoas circulam muito nesse trecho. Vamos redobrar a atenção, endurecer a fiscalização ainda mais e, se necessário, em consonância com o Comitê Emergencial de Combate ao Coronavírus, podemos ser mais restritivos. A população precisa nos ajudar com relação aos cumprimentos dos protocolos sanitários, porque se isso não ocorrer, claro, não teremos outra opção”, avaliou o prefeito Airton Garcia.Para o vice-prefeito Edson Ferraz, a situação requer sacrifício de todos para conter a contaminação. “Não podemos perder o controle da doença na nossa região, por isso imploramos para que as pessoas mantenham o distanciamento social, não promovam aglomerações, usem máscaras e álcool em gel e quem já tem direito, tome a vacina. Vamos abrir 12 novos leitos de UTI/SUS, mas se não diminuirmos a contaminação, nada vai adiantar. É preciso união para sairmos dessa situação extremamente grave, com a maior rapidez possível”, finaliza Edson Ferraz.

Nesta segunda-feira (15/02) o Comitê Emergencial de Combate ao Coronavírus vai se reunir novamente com diversos segmentos da sociedade para avaliar os cumprimentos do Plano SP, fase vermelha e possível endurecimento das regras.

 

São Carlos está com 9.092 casos positivos para COVID-19 e 117 mortes confirmadas.

REDE MUNICIPAL DE ENSINO VOLTA ÀS AULAS EM MODO REMOTO DIA 18/02

A Secretaria Municipal de Educação (SME) marcou para o próximo dia 18 de fevereiro o início do semestre letivo de 2021. A data atende a um princípio legal de cumprimento de 200 dias de aulas anuais.

A retomada será com aulas virtuais, em modo remoto, para o ensino fundamental, e vivências lúdicas para os matriculados na educação infantil. As formas de comunicação que envolvem o aluno, os pais e responsáveis, os professores e a direção da escola serão, principalmente, pela internet, com o apoio das redes sociais (WhatsApp, Facebook, Youtube, site, etc.), da forma como foram conduzidas as ações pedagógicas no ano passado.

Neste início de semestre letivo, todos os alunos terão acesso às aulas que ficam disponíveis na página da SME na internet: https://sites.google.com/view/educacaosaocarlos.

Vale ressaltar que quem tiver dificuldade de conexão ou não tiver conexão à internet poderá retirar os conteúdos das aulas nas unidades escolares onde os filhos estão matriculados. O objetivo da SME é garantir ao aluno o acesso a esse material didático impresso.

Durante o primeiro semestre será feita, gradativamente, uma transição das redes sociais para outras plataformas com um sistema de gerenciamento de conteúdo para simplificar a criação de aulas, a distribuição de conteúdo e a avaliação de trabalhos.

No futuro, o segundo momento será a progressão do ensino fundamental I e II do remoto para o modo híbrido (remoto e presencial com parte dos alunos dentro da unidade escolar). Ainda não há data definida para a implantação do modo híbrido. Isso dependerá de autorização das autoridades sanitárias e de saúde.

Atualmente estão matriculados na rede municipal de ensino mais de 18 mil estudantes. São mais de 11 mil inscritos nos Centros Municipais de Educação Infantil (CEMEIs) e aproximadamente 7 mil nas Escolas de Educação Básica (EMEBs). Na Educação de Jovens e Adultos (EJA) 340 pessoas participam das atividades do programa que oferece ensino fundamental e médio para aqueles que já passaram da idade escolar.

A secretária de Educação de São Carlos, professora Wanda Hoffmann, afirmou esta semana que o ensino remoto será iniciado dentro do calendário escolar previsto para 2021, mas que o governo Airton Garcia tem planejado e tomado as medidas necessárias desde o ano passado para garantir, quando for definido oficialmente, o retorno gradual para as aulas presenciais. Segundo ela, essas ações vão desde a criação de um protocolo de biossegurança, passando pela aquisição de equipamentos de proteção individual (EPIs), até a execução de adequações físicas nas unidades educacionais.

“Fizemos a adesão ao currículo paulista e não podemos nos distanciar muito daquilo que prevê o ensino do Estado”, afirmou Wanda Hoffmann. “Por isso, o município deve retornar de forma adequada e coerente, em modo remoto num primeiro momento, respeitando as especificidades do ensino fundamental, de primeiro ao nono ano, além dos protocolos sanitários adequados devido a pandemia e, mais do que isso, é importante continuarmos buscando a vacina para todos os professores e para os trabalhadores da educação”.

Isso significa que os alunos de 6 a 14 anos matriculados nas EMEBs retomarão as atividades em aulas somente remotas neste momento. Todos terão uma atenção em virtude do aproveitamento dos conteúdos para garantir o vínculo com a escola e valorizar o processo de aprendizagem.

Já para os CEMEIs, onde estão matriculadas as crianças de zero a 5 anos, o foco será voltado ao acolhimento e apoio às famílias em contato com os professores, tendo a tecnologia como ferramenta. “São propostas criativas visando a interação e as brincadeiras com eixos estruturantes para a organização de tempos e espaços como forma de garantir experiências ricas para a aprendizagem”, falou Wanda.

A SME informa que o calendário escolar municipal poderá sofrer ajustes. Porém, o planejamento é de retorno remoto, não presencial. Posteriormente, no decorrer dos bimestres e com aval do Comitê Emergencial de Combate a COVID-19 da Prefeitura Municipal, haverá a progressão para o ensino híbrido (remoto e também presencial em turmas reduzidas).

“Com o que estamos aprendendo nesse momento, mesmo que aconteça a imunização de professores, de estudantes e de servidores da rede, que é o que esperamos, as atividades virtuais continuarão sendo uma realidade dentro e fora das escolas porque as tecnologias de informação sempre estarão presentes no século 21, e esse é um caminho sem volta no processo pedagógico”, afirmou a professora Wanda Hoffmann.

Quanto ao planejamento e a preparação para a volta às aulas estão envolvendo todos os departamentos da SME desde março do ano passado com o estudo dos protocolos de biossegurança adotados para o combate à COVID-19. As orientações foram acompanhadas pela equipe de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde, que está auxiliando no treinamento dos servidores ligados à rede de ensino. Com isso, foram planejados e organizados os cursos de capacitação aos professores e profissionais da educação com o objetivo de oferecer informações sobre higiene pessoal, higiene dos alimentos, regras de combate à COVID-19 e orientações para manter a saúde mental.

Entre os dias 1º e 9 de fevereiro foi promovida a 1ª Jornada Virtual da Educação Municipal de São Carlos: “Troca de Saberes em Rede” com um ciclo de palestras para todos os servidores da rede, focando na formação teórica e principalmente na formação técnica voltada para o uso da tecnologia e discussões sobre o conceito de ensino híbrido, entre outros temas.

Completando o calendário, foram realizadas para os professores as atribuições das atividades pedagógicas. A regulamentação deu-se por meio de três portarias que foram publicadas na edição de 06/02/2021 do Diário Oficial de São Carlos.

Com pouco menos de uma semana para o início do primeiro semestre letivo, o desafio de cumprir o planejamento de volta às aulas continua. Desde o ano passado, no início da pandemia, a SME está implantando um sistema informatizado para o gerenciamento de conteúdo para escolas a fim de simplificar a criação das aulas, a distribuição de conteúdo e as avaliações. A plataforma pretende facilitar a interação virtual entre escolas, professores e estudantes.

Além da tecnologia, todos os tipos de materiais sanitários, que é necessário para a retomada das aulas em condições seguras, foram adquiridos: álcool em gel e álcool líquido 70%, compartimento para papel toalha, dispenser para álcool e sabonete líquido, totens, termômetros, EPIs, além de artigos de cama, mesa e banho.

Também foram providenciadas a higienização dos ambientes internos das unidades escolares e a limpeza das áreas externas com poda, roçagem e capinação, bem como a manutenção estrutural dos ambientes de forma gradual.

A SME também promoveu o recadastramento dos alunos que serão beneficiados com o transporte rural, sendo que mais de mil estudantes da rede municipal e da rede estadual de ensino serão atendidos em 2021.

“Sabemos que temos muitos desafios nesse momento de pandemia da COVID-19, mas a SME e sua rede municipal de ensino está superando aos poucos esses desafios e continuará avançando e fortalecendo a educação e a preservação da vida”, concluiu a secretária Wanda Hoffmann.

 

Para entrar em contato com as EMEBs, as CEMEIs e com a EMEJA os endereços e os telefones estão disponíveis em: http://www.saocarlos.sp.gov.br/index.php/cidadao/educacao.html.

Secretaria de Saúde de Ibaté amplia pontos de vacinação contra a Covid-19

A Secretaria Municipal de Saúde de Ibaté ampliou nesta segunda-feira, 15, mais dois pontos de vacinação contra a Covid-19, no município. A imunização estava sendo realizada, em sistema drive-thru, apenas na UBS Jardim Icaraí, até na semana passada.

Elaine Sartorelli Breanza, secretária municipal adjunta de Saúde, explica que a cidade segue rigorosamente o calendário estadual de vacinação e, com isso, o público alvo está aumentando. “Ter apenas um ponto de vacinação poderia acarretar em aglomerações, indo totalmente contra as medidas sanitárias e de distanciamento social”, explicou.

A secretária-adjunta explica que na última sexta-feira (12), teve início a imunização dos idosos de 85 a 89 anos e também a segunda dose nos profissionais da área de saúde, e desde o dia 08 de fevereiro, os idosos com 90 anos ou mais, vem sendo vacinados. “O público alvo tem aumentado a cada fase do Plano Estadual de Imunização. Por este motivo, seguindo a determinação do prefeito José Luiz Parella, a Secretaria de Saúde estará disponibilizando as vacinas nas Unidades Básicas de Saúde [UBS] dos bairros Jardim Cruzado e Popular”, contou.

Ela conta que a vacinação será realizada nas três UBS’s de segunda a sexta-feira, das 9h às 13h, e lembra que todos devem comparecer munidos de documentos pessoais e do comprovante de residência. “A gente pede que as pessoas aptas a tomarem a vacina estejam portando documento com foto e CPF, bem como, um comprovante de residência. Quem quiser também pode fazer o pré-cadastro no site www.vacinaja.sp.gov.br para agilizar a imunização”, explica.

Paula Salezzi Fiorani, coordenadora de Vigilância Epidemiológica, lembra que no dia 1º de março está previsto o início da imunização das pessoas de 80 a 84 anos. “De acordo com a Diretoria Regional de Saúde de Araraquara [DRS-III], da qual nosso município faz parte, temos 290 pessoas nessa faixa etária para serem imunizadas”, contou.

A coordenadora lembra que o município já recebeu 1.098 doses de vacinas, sendo 190 da vacina de Oxford/AstraZeneca e o restante da Coronavac. “Desse total, até na manhã desta segunda-feira (15), a Secretaria de Saúde aplicou um total de 796 doses nas pessoas que fazem parte dos grupos prioritários estabelecidos pelo Governo do Estado”, afirmou.

 

Covid-19 em números

A Secretaria Municipal da Saúde de Ibaté, através da Vigilância Epidemiológica e do Gabinete de Prevenção e Monitoramento do Coronavírus, divulgou nesta segunda-feira, 15, o Boletim Epidemiológico nº. 59 com o relatório semanal da situação da Covid-19 na cidade.

De acordo com o Boletim, até o último sábado (13), o município tinha 38 casos ativos da doença, o que representava 2,67% dos 1.424 casos positivos. O relatório apresentou que 1.370 já estavam recuperados, ou seja, 96,21%.

Até o fechamento deste Boletim, o município havia registrado 16 mortes por Covid-19. Com isso, a Taxa de Letalidade (relação entre o número de óbitos e o número de casos diagnosticados) era de 1,12% em Ibaté.

A Vigilância Epidemiológica e o Gabinete de Prevenção e Monitoramento do Coronavírus de Ibaté alertam que, neste momento, as medidas sanitárias devem ser mantidas e intensificadas, com o uso de máscaras de proteção facial, álcool em gel 70% para higienização das mãos e evitando aglomerações.

Secretarias Municipais de Ibaté montam Central de Atendimento aos Pacientes de Covid-19

As Secretarias Municipais da Prefeitura de Ibaté se uniram e montaram uma Central de Atendimento para pacientes que contraem a COVID-19, no município.

A ação intitulada de Protocolo de Ação de Acompanhamento de Munícipes Positivados ou em Isolamento Social Devido ao COVID-19, além de contar com total apoio do prefeito José Luiz Parella, entrelaça as Secretarias Municipais de Saúde; de Educação; de Governo; de Assuntos Jurídicos; da Fazenda; de Promoção e Bem Estar Social e de Esportes, tendo o objetivo de dar um melhor acompanhamento aos munícipes, durante o período de isolamento social, seja enquanto aguarda o resultado e, principalmente, quando recebe o resultado positivo.

A Central de Teleatendimento de Acolhimento de Informações do Covid-19 foi montada na sede da Secretaria Municipal de Esportes, cuja atual fase do Plano São Paulo proíbe a realização de atividades esportivas. “As primeiras informações colhidas passam por uma breve análise para ser encaminhada a cada pasta governamental, onde o secretário responsável informa a estratégia de ação, visando a melhor maneira de atendimento e comprometimento com o cidadão ibateense, suprindo a necessidade exposta, se possível”, explica o chefe de Divisão Municipal de Esportes e coordenador do projeto, Raul Seixas II.

As informações são enviadas diariamente via e-mail para o coordenador, através da Vigilância Epidemiológica. Com os dados em mãos, os profissionais entram em contato com os pacientes e iniciam o atendimento através de um bate-papo. “A gente procura saber quais os principais pontos que a família está necessitando naquele momento. Posteriormente, essas informações passam por análises de como será possível atender aquelas necessidades da família acolhida”, contou Raul.

A responsável pela Assistência Social do município, Adriana Adegas Martinelli, relata que o retorno das ligações acontece a cada 48 horas, porém, caso o atendido necessite de atendimento nesse intervalo de tempo, a equipe fica à disposição das 08h às 20h.

Ela lembra ainda que, caso seja necessário a entrega de qualquer suprimento na residência do paciente positivado e/ou em isolamento, o projeto conta com uma equipe preparada com luvas, touca, máscara facial e face shield, e avental, além de álcool em gel e líquido 70% para higienizar os materiais e veículos antes e depois de cada utilização dos mesmos.

Desde julho do ano passado, quando o projeto foi iniciado, já foram atendidos 3.830 munícipes, sendo 1.233 positivados até o mês de fevereiro. Durante esse período, as equipes enfrentaram momentos dolorosos como mortes de pacientes, fazendo o atendimento e acompanhamento psicológico dos familiares.

Assistência Social de Ibaté continua atualização de cadastros do BPC

A Secretaria Municipal de Promoção e Bem-Estar Social de Ibaté continua a atualização de cadastro do Benefício de Prestação Continuada – BPC. O objetivo é atender as novas regras do INSS, que agora exige o Cadastro Único (CadÚnico) para o pagamento do referido benefício.

De acordo com a diretora do Departamento de Assistência Social da cidade, Adriana Adegas Martineli, os beneficiários que desejarem atualizar o seu cadastro precisam fazer o agendamento por telefone. “Por conta das restrições e medidas sanitárias de distanciamento social contra a Covid-19, é obrigatório que o cidadão entre em contato por telefone e faça seu agendamento previamente”, explicou.

Durante o agendamento, os beneficiários são orientados sobre a documentação que precisam apresentar no dia do atendimento presencial. “É importante lembrar que no dia agendado, somente o beneficiário compareça utilizando obrigatoriamente a máscara facial”, orienta Adriana.

Atualmente, 900 pessoas recebem o BPC e precisam atualizar o seu cadastro. Para agendar o atendimento, o beneficiário deve entrar em contato através dos telefones (16) 3343-3043 ou 3343-5733. Os atendimentos presenciais estão sendo marcados, individualmente, na sede da Assistência Social de Ibaté, no Complexo Social, localizado na Avenida São João, 231, Centro. “Recomendamos que os interessados procurem o quanto antes atualizar o cadastro para evitar que o seu benefício seja suspenso”, orienta a diretora.

O prazo para a atualização é de acordo com a data de nascimento do beneficiário, mas os interessados não precisam esperar para fazer o agendamento.

Ibaté inicia a vacinação de idosos com 90 anos ou mais

A Secretaria Municipal de Saúde de Ibaté iniciou nesta segunda-feira, 08, a vacinação de idosos com 90 anos ou mais. A ação faz parte da continuidade ao Plano de Imunização contra a Covid-19. A cidade possui 106 idosos nesta faixa etária.

De acordo com a secretária municipal adjunta de Saúde, Elaine Sartorelli Breanza, 30 idosos receberam a vacinação neste primeiro dia. “A imunização desse grupo foi definida pela Secretaria Estadual da Saúde, a partir da mortalidade maior nessa faixa etária de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus”, contou.

Elaine ressalta que a vacinação continua sendo realizada de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h, em sistema drive-thru, apenas na Unidade Básica de Saúde do Jardim Icaraí, localizada na rua João Alteia, 550, atrás da Escola Municipal Antônio Deval.

“Os idosos devem apresentar documento com foto e comprovante de residência. As equipes estão preparadas e seguirão todos os protocolos sanitários, para minimizar os riscos relacionados à Covid-19, durante a vacinação”, destacou a secretária adjunta.

Importante que o munícipe também colabore na hora da vacina, usando máscara facial e evite descer do veículo para manter o distanciamento social.

Elaine ressalta que a Secretaria de Saúde de Ibaté vai seguir rigorosamente o calendário estadual de vacinação contra a Covid-19, o qual prevê que no dia 15 de fevereiro, seja iniciada a imunização dos idosos de 85 a 89 anos.

Os idosos com 90 anos ou mais, que são acamados, também vão ser vacinados no decorrer da semana pela equipe de saúde, que seguirá todos os protocolos de segurança.

Acesse o site www.vacinaja.sp.gov.br e faça o pré-cadastro para agilizar a vacinação. Qualquer dúvida ou informação pode ser obtida pelo telefone (16) 3343.6245.

A vacinação também continua para os profissionais da área de saúde que ainda não foram imunizados.

Covid-19 em números

A Secretaria Municipal da Saúde de Ibaté, através da Vigilância Epidemiológica e do Gabinete de Prevenção e Monitoramento do Coronavírus, divulgou nesta segunda-feira, 08, o Boletim Epidemiológico nº. 58, que apresenta o relatório semanal da situação da Covid-19 na cidade.

De acordo com o Boletim, até o sábado (06), o município tinha 32 casos ativos da doença, o que representa 2,41% dos 1.329 casos positivos. O relatório apresenta que 1.284 já estavam recuperados, ou seja, 96,61%.

Até o fechamento deste Boletim, o município havia registrado 13 mortes por Covid-19. Com isso, a Taxa de Letalidade (relação entre o número de óbitos e o número de casos diagnosticados) é de 0,98% em Ibaté.

A Vigilância Epidemiológica e o Gabinete de Prevenção e Monitoramento do Coronavírus de Ibaté alertam que, neste momento, as medidas sanitárias devem ser mantidas e intensificadas, com o uso de máscaras de proteção facial, uso de álcool em gel para higienização das mãos e evitando aglomerações.

CIRCUITO ARENA EM CASA 2021 TEM INÍCIO NESTA SEXTA-FEIRA

 

 

 

 

 

 

 

 

A Secretaria de Esportes e Cultura, por meio do Centro Municipal de Artes e Cultura (CEMAC), retoma no próximo fim de semana o “Circuito Arena em Casa”, programa que tem como objetivo oferecer boa música, gratuitamente, aos finais de semana e com artistas locais.

Em virtude da pandemia do novo coronavírus, desde 18 de abril 2020, as apresentações deixaram de ser presencialmente em espaços públicos do município e sim de forma virtual, transmitidas pelas redes sociais do CEMAC.

As apresentações em 2021 começam na sexta-feira, dia 12 de fevereiro, a partir das 19h30, com apresentação de samba e samba-enredo com a participação de Gustavo (pandeiro), Vlad, Ricardo e Keila (percussão), Tiago (cavaco), Maurício (violão) e dos cantores Leme, Gustavo, Nara Dom, Leh Lopes, PH (Paulo Henrique), Jota, Du, Regininha e Giovana.

Já o sábado (13/02) será de muito Axé e Forró com a Banda Vinil 78, Banda Doce Veneno e Tempero Brazuca,  com a primeira apresentação às 18h e a segunda a partir das 21h. Participam das duas apresentações os cantores Andréia, Ricardinho, Verônica, Maria, Mih, Rinaldo, Laís, André e Jéssica, Tinho, Veridiana, Thiago Branco, Pedro Vitor e Mariana, Danilo, Pedro Henrique, Aline Braga, Gaby e Rud. Os músicos Izé, Bruninho, Vlad e Binão também participam.

No domingo, dia 14 de fevereiro, O Circuito Arena em Casa começa mais cedo, logo às 17h com a apresentação do Grupo Sambanda, com apresentação de muitas marchinhas de carnaval.

De acordo com o diretor de Cultura, Carlos Alberto Caromano, a retomada do programa já estava programada para esse ano. “Resolvemos fazer nesse fim de semana que seria de carnaval, adiado esse ano em virtude do avanço da COVID-19 em todo o país, para levar diversão e cultura para a população, porém com total segurança. Como sempre acontece todos os músicos convidados são da cidade”, ressalta Caromano.

 

Para participar do Circuito Arena em Casa basta acessar o FACEBOOK.COM/CEMAC.SAOCARLOS  e curtir as apresentações.