CÂMARA E PREFEITURA PEDEM APOIO DO COMÉRCIO E INDÚSTRIA PARA VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19

A Câmara Municipal de São Carlos, a pedido da Comissão de Saúde e do vereador Marquinho Amaral, com do Comitê Emergencial de Combate ao Coronavírus, realizou na manhã desta sexta-feira (22/10) uma reunião com diversos segmentos da sociedade, entre eles do comércio e da indústria, para solicitar apoio na conscientização da população sobre a importância da imunização completa contra a COVID-19, já que hoje em São Carlos mais de 17 mil pessoas não compareceram para receber a segunda dose da vacina. A reunião foi conduzida pelo presidente da Comissão de Saúde do Legislativo, vereador Lucão Fernandes, que solicitou à Secretaria de Saúde um panorama da situação da vacinação em São Carlos.

A diretora de Vigilância em Saúde, Crislaine Mestre, fez uma apresentação dos números relativos aos faltosos, ou seja, das pessoas que deixaram de tomar a segunda dose da vacina. “Hoje, em São Carlos, 17.137 pessoas deixaram de tomar a segunda dose, sendo que 3.888 não compareceram para tomar a segunda dose da AstraZeneca, 5.877 da Coronavac e 7.372 da Pfizer. Somente na faixa etária de 20 a 59 anos são mais de 13 mil pessoas. Por isso, pedimos o apoio de toda a sociedade para que incentivem seus colaboradores, filhos, amigos e parentes para completarem a imunização”.

Crislaine Mestre também apresentou vacinação dos faltosos por locais. “23,10% receberam a primeira dose no Cidade Aracy; 21,47% na região do Santa Felícia; 18,02% na Vila São José; 16,33% na Redenção; 14,15% na Vila Isabel; 3,60% na FESC da Vila Nery; 2,07% no Shopping Iguatemi e 1,27% na Vigilância Epidemiológica.

Já o secretário de Saúde, Marcos Palermo, apresentou o vacinômetro atualizado. A vacinação avançou e hoje 391.998 doses da vacina contra a COVID-19 já foram aplicadas no município, sendo 217.128 relativas a primeira dose, o que representa 85,32% da população, e com as duas doses 174.870, ou seja, 67,71% da população. Mesmo assim, temos mais de 13 mil faltosos. Precisamos chegar a 90% da população vacinada com as duas doses”, alertou Palermo.

Após a apresentação, o vereador Marquinho Amaral destacou que é inaceitável em uma cidade como São Carlos, importante polo econômico, comercial, educacional e tecnológico, que mais de 17 mil pessoas ainda não completaram a imunização contra a COVID-19. O parlamentar propôs aos participantes uma união para que sejam realizadas ações em prol da conscientização da importância de completar todas as fases da vacinação. “Não se trata de impor ao cidadão a vacina, mas de conscientizar que somente a vacina vai fazer com que nós possamos voltar à vida normal. Ao lamentar as mais de 500 mortes que tivemos aqui em São Carlos, eu suplico a cada um de vocês que, unidos, independentemente de posições religiosas, políticas e ideológicas, possamos fazer uma grande corrente para salvar vidas”, solicitou o vereador.

O coordenador do Comitê Emergencial de Combate ao Coronavírus e secretário de Comunicação, Mateus de Aquino, apresentou a campanha publicitária preparada pelo município para conscientizar a população que somente a vacina protege. “Estamos disponibilizando a campanha para todos os segmentos. Essa é a forma que encontramos, nesse momento, para que as pessoas entendam que tivemos uma diminuição na incidência da doença, mas que ela ainda existe e que se elas pararem de se imunizar, teremos um aumento no número de casos e óbitos. Esses faltosos precisam se conscientizar que a volta dos empregos e a permanência do comércio aberto dependem da proteção da vacina”, disse o coordenador do Comitê, lembrando que na fase mais crítica da pandemia foi necessário desenvolver campanhas com cenas dramáticas de pessoas na UTI.

O vereador Lucão Fernandes, presidente da Comissão de Saúde do Legislativo, encerrou a reunião fazendo um apelo à população. “Eu tive a doença de forma grave, perdi minha esposa para a COVID-19, nós dois não tivemos a chance de receber a vacina porque naquele momento não estava disponível, por isso é difícil entender porque muitas pessoas deixaram de finalizar a imunização se temos doses disponíveis. No começo da vacinação as pessoas reclamavam que o número de doses era muito pequeno e agora não completam a imunização. Não brinquem com essa doença”, advertiu o vereador.

Também participaram da reunião representantes das organizações de classe e segmentos da sociedade, como CIESP São Carlos (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), SinHoRes São Carlos (Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de São Carlos e Região), São Carlos Clube, São Carlos Country Club e ACISC (Associação Comercial e Industrial de São Carlos), além de representantes da Assembleia de Deus, Ministério Sara Nossa Terra, Ministério Pentecostal da Bíblia, Igreja do Evangelho Quadrangular, Ministério Deus Proverá e Ministério Missão Encorajamento.

ESTADO PROPÕE LIBERAR RECURSOS PARA A PREFEITURA LICITAR E ACOMPANHAR A CONSTRUÇÃO DE ESCOLAS ESTADUAIS NO MUNICÍPIO

Reunião aconteceu na Secretaria Estadual de Educação com a participação do prefeito, do presidente da Câmara e da diretora Regional de Ensino

O prefeito Airton Garcia e o chefe de gabinete da Prefeitura, José Pires (Carneirinho), participaram na tarde desta segunda-feira (18/10), juntamente com a diretora regional de Ensino de São Carlos, Débora Costa Blanco e com o presidente da Câmara Municipal, vereador Roselei Françoso, de uma audiência com o subsecretário de Articulação Regional da Secretaria Estadual de Educação, Patrick Tranjan.

 

Na reunião a diretora Débora Costa Blanco apresentou um levantamento que identifica que 5 regiões de São Carlos precisam de unidades escolares estaduais, ou seja, com oferta do ensino fundamental completo e ensino médio. Jardim Ipanema, Douradinho/Jardim dos Coqueiros, Jockey Clube, Parque Novo Mundo e Jardim Embaré foram os locais indicados pela Diretoria de Ensino.

 

Patrick Tranjan disse que o Estado tem recursos, mas no momento não tem como licitar e nem como acompanhar as obras. A Secretaria de Educação vai analisar o levantamento feito pela Diretoria Regional de Ensino de São Carlos, porém solicitou ao prefeito Airton Garcia, caso as obras sejam aprovadas, para que o município realize os processos licitatórios e coloque engenheiros da Prefeitura para acompanhar a execução das obras, mesmo a unidade permanecendo estadual, ou seja, com profissionais contratados e custeio feito pelo Governo do Estado.

 

“O Estado vai avaliar, mas as chances de liberar são grandes. A Secretaria tem os recursos, porém não tem como tocar as obras e fazer as licitações. O prefeito Airton assumiu esse compromisso, ou seja, licitar e acompanhar as obras pela Prefeitura”, disse Roselei Françoso, presidente da Câmara Municipal.

 

“Para nós não interessa se a escola é estadual ou municipal, o importante é que nossas crianças tenham garantia de vagas no ensino público. Vamos licitar e tocar as obras, competência para isso nós temos”, garantiu o prefeito Airton Garcia, lembrando que as obras também geram empregos.

 

Para Débora Costa Blanco novas escolas representam progresso para o município. “Com construção de novas unidades poderemos ampliar as escolas em tempo integral e oferecer maior conforto, melhor qualidade de atendimento pedagógico para os nossos alunos e mais oportunidades de emprego para professores e funcionários”, avaliou a diretora.

 

Outras demandas foram discutidas durante o encontro. O prefeito Airton Garcia solicitou a construção de um centro regional de formação de professores em São Carlos. Já o presidente da Câmara Municipal, Roselei Françoso, reivindicou ao Governo do Estado a construção de uma creche escola no distrito de Santa Eudóxia. Além da construção de novas escolas, a diretora de Ensino de São Carlos, Débora Costa Blanco, solicitou recursos para a ampliação da Escola Estadual Adail Malmegrim Gonçalves, localizada no Distrito de Água Vermelha.

 

O investimento do Governo do Estado será de aproximadamente R$ 7 milhões para a construção de cada unidade escolar.

COMUNICADO SAAE

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE de São Carlos) informa que na próxima quinta-feira (21/10), iniciará os serviços de manutenção no poço tubular profundo do bairro Antenor Garcia para aumentar a capacidade de produção de água.

 

Com objetivo de minimizar os impactos com o desabastecimento de água, o SAAE realizará manobras nas redes de distribuições e mediante necessidade disponibilizará caminhões pipas para abastecer o reservatório até a finalização dos serviços de manutenção que devem ocorrer em 15 dias.

 

O SAAE solicita aos moradores que utilizem racionalmente a água, evitando qualquer desperdício.

 

Outras informações podem ser obtidas no Serviço de Atendimento ao Usuário pelo 08000-111-064. A ligação é gratuita.

CAMPANHA DE MULTIVACINAÇÃO CONTINUA ATÉ 29 DE OUTUBRO

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Departamento de Vigilância em Saúde, divulgou nesta segunda-feira (18/10)

um balanço da Campanha Nacional de Multivacinação para atualização da caderneta de vacinação de crianças e

adolescentes de 2 meses a 14 anos 11 meses e 29 dias. Esse ano, a campanha começou em 1º de outubro e ocorre até o

próximo dia 29.

De acordo como Departamento de Vigilância, 566 crianças menores de 1 ano foram imunizadas contra Poliomielite. Outras

405 crianças, de 1 a 4 anos, também foram levadas até as unidades de saúde. De 5 a 14 anos somente 588 crianças e

adolescentes compareceram. No total, 2.008 crianças e adolescentes, atualizaram as doses até o último sábado (16/10).

Ano passado 4.933 crianças foram imunizadas contra a Poliomielite. Já para a multivacinação compareceram 1.251

crianças menor de 1 ano. Na faixa etária dos 5 aos 14 anos, 2.296 crianças e adolescentes compareceram nas unidades de

saúde e tiveram as cadernetas de vacinação atualizadas.

Fazem parte da Multivacinação as seguintes imunobiológicos: BCG, Hepatite A e B, Pentavalente (Difteria, Tétano, Coqueluche, Hepatite B e Meningite e infecções por HiB),

Vacina Oral do Rotavírus Humano, Pneumocócica 10 valente, Febre Amarela, Tríplice Viral (Sarampo, Caxumba e Rubéola), Tríplice Bacteriana (DTP), dT (Difteria E Tétano),

Tetraviral (Sarampo, Caxumba, Rubéola E Varicela), Meningocócica C e HPV. Contra a Poliomielite serão aplicadas a Vacina Oral Poliomielite (VOP), e a Vacina Inativada Poliomielite (VIP).

 

Em São Carlos todas as unidades básicas de saúde e unidades de saúde da família realizam a multivacinação de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h30.

DEPARTAMENTO DE FISCALIZAÇÃO ORIENTA AMBULANTES SOBRE FERIADO DE FINADOS

A Secretaria Municipal de Habitação e Desenvolvimento Urbano, por meio do Departamento de Fiscalização, comunica aos ambulantes que pretendem comercializar produtos alimentícios, velas e flores, na Praça do Velório Municipal, nos dias 30 e 31 de outubro e 01 e 02 de Novembro, que não será necessário realizar o cadastramento antecipado.

 

“A Praça do Velório tem capacidade para 30 barracas, número geralmente não preenchido, portanto vamos fazer o cadastro na hora. Programamos para sexta-feira, dia 29 de outubro, das 9h às 11h, no próprio Cemitério Nossa Senhora do Carmo. Se houver necessidade, realizamos na hora o sorteio”, explica Rodolfo Tibério Penela, diretor de Fiscalização.

 

Em virtude da pandemia os espaços e o tamanho das barracas foram padronizados, com 3X3 metros e distanciamento de no mínimo 1 metro. Todos devem seguir os protocolos sanitários, como uso de máscaras para vendedoras e clientes e de álcool em gel, como exigido pelas regras do Plano São Paulo.

 

Outras informações sobre o cadastramento podem ser obtidas pelo telefone 3362-1318.

 

ACISC vai promover uma super live com Ciro Bottini

A associação vai sortear um patinete Black X da MUUV durante o evento online

 

A ACISC (Associação Comercial e Industrial de São Carlos) vai promover uma live inédita no dia 08 de novembro às 19h, no Facebook da associação, com a apresentação do famoso vendedor televisivo, Ciro Bottini, que ministrará uma palestra bem descontraída e diferente de tudo o que já foi visto. Durante o evento online, que será transmitido direto do estúdio de Bottini, no Rio de Janeiro/RJ, será sorteado um patinete Black X da MUUV Eletric Motors.

 

A palestra: “Vender, vender, vender”, que já rodou o Brasil, em empresas de todos os segmentos de mercado é um sucesso de público e a ACISC promete reunir o maior número de lojistas e empresários de São Carlos para participarem. “Esse será um super evento que estamos preparando para atingir toda a classe empresarial. É uma palestra bastante conhecida que vai impactar de forma única o jeito com que as pessoas veem os seus negócios. Nessa retomada da economia, a ACISC vem aos poucos trazendo mais novidades e oportunidades aos nossos associados e parceiros”, disse o presidente da ACISC, José Fernando Domingues, o Zelão.

 

Bastante animado para falar com o público são-carlense, Ciro Bottini, pontua o que os participantes vão poder esperar do evento. “A ideia é falar diretamente com os profissionais da área comercial sobre as técnicas que irão turbinar suas performances e resultados. Os participantes podem contar com muita energia, motivação, bom humor e conteúdo, tudo na medida certa para uma palestra show que vai deixar qualquer evento eletrizante”, destacou Bottini.

 

O gerente administrativo e financeiro da associação, Alexandre Rosa, ressalta que o evento vai acontecer semanas antes da Black Friday e que essa será uma excelente oportunidade para que os empresários possam aprender táticas de vendas para esse período importante para o varejo. “Essa live será realizada justamente para ser um gancho para a vendas da Black Friday. É uma maneira que encontramos de atingir o maior número de pessoas para que possam colocar em prática todo o conteúdo mostrado nesse evento”.

 

Para participar da live basta seguir a página do Facebook da associação: @aciscsaocarlos. O evento será gratuito e qualquer pessoa poderá participar.

ZELÃO ACOMPANHA INÍCIO DAS OBRAS DO PARQUE SÃO JOSÉ

O presidente da ACISC (Associação Comercial e Industrial de São Carlos) José Fernando Domingues, o Zelão, participou nesta última semana (15) na Prefeitura Municipal da assinatura da ordem de serviço para o início das obras de pavimentação e drenagem do Parque São José. A assinatura foi feita pelo prefeito Airton Garcia, acompanhado do deputado federal, Júnior Bozella e do secretário de Obras, João Muller.

A obra foi licitada e o investimento será de R$ 6.434.635,12, valor da menor proposta apresentada pela empresa DATEC, vencedora da Concorrência Pública nº 01/2021 – Processo nº 5325/2021.

A pavimentação e infraestrutura desse parque industrial é uma reivindicação que há mais de 30 anos vinha sendo discutida e que envolveu licença ambiental antes do início do projeto. Os recursos são provenientes do Governo do Estado que enviou R$ 11 milhões para obras contra enchentes, porém como a justiça determinou que a empresa RUMO é a responsável pela obra de ampliação da seção da FEPASA à jusante da Rotatória do Cristo no valor de R$ 9.773.980,82, a Prefeitura de São Carlos entrará somente com contrapartida no valor de R$ 2 milhões, ficando o restante da verba, cerca de R$ 7 milhões, direcionada para a pavimentação e drenagem do Parque São José.

De acordo com o projeto será realizada a pavimentação asfáltica em 40.393,20 m² de área total; com 8.185,29 m² de guia e sarjeta; 9.117,38 m² de canteiro central (grama); 17.199,77 m² de passeio público, 48 bocas de lobo simples; 22 unidades de bocas de lobo duplas; 43 poços de visita; com tubos de concreto DN de 600mm, 800mm, 1000mm e 1200mm.

Segundo Zelão, essa é uma obra bastante aguardada pelos comerciantes por conta das últimas enchentes e pelo local ter uma ligação direta com a área central. “Toda aquela água que escorre da Praça Itália chega ao comércio central e acaba trazendo prejuízos. Então com essa pavimentação e desvio de água do CDHU do piscinão, com certeza vamos ganhar muito, pois vai haver uma redução dessa água que escorre. Acredito que a partir dessa obra o comércio vai conseguir voltar a ser forte. Portanto agradeço o prefeito Airton e todos os secretários envolvidos por olhar pela nossa área central”, disse Zelão.

João Muller, secretário de Obras Públicas, disse que a empresa já pode iniciar os trabalhos na segunda-feira, dia 18, e que terá 240 dias para executar a drenagem e pavimentação. “Se a chuva não atrapalhar a empresa poderá finalizar os trabalhos em 150 dias. Também vamos interligar um emissário de águas pluviais do Cruzeiro do Sul para o piscinão da CDHU. O serviço de drenagem, merece destaque nessa obra”, ressaltou o secretário.

Muller também destacou que a Prefeitura está licitando a obra do piscinão da Travessa 8. “Em breve abriremos os envelopes com as propostas. O investimento deve ultrapassar R$ 3,2 milhões com recursos da própria Prefeitura. A ideia do projeto, é que o piscinão acumule o excesso da água da chuva captada na Vila Prado, evitando que chegue no bairro Lagoa Serena, aliviando também, o volume de água no centro da cidade por meio do córrego do Simeão”.

Para o deputado federal Júnior Bozella, um dos responsáveis pelos recursos para a cidade, a obra é uma conquista de todos. “Foi um esforço coletivo. Trabalhamos com menos discurso, mas sempre em busca de recursos para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Tenho um carinho muito grande por São Carlos e tenho certeza que aqui os recursos sempre são aplicados com eficiência pelo prefeito Airton Garcia”.

GUARDA MUNICIPAL REALIZA OPERAÇÃO NA PRAÇA GENERAL CARLOS DE MEIRA MATTOS NA REGIÃO DO TERMINAL RODOVIÁRIO

Foram localizadas 25 porções de maconha, 58 pedras de crack e 27 pinos de cocaína

A Guarda Municipal de São Carlos realizou na tarde desta sexta-feira (15/10), uma operação especial na Praça “General Carlos de Meira Mattos”, localizada na região do Terminal Rodoviário “Paulo Egydio Martins”.

 

Os agentes da Guarda Municipal, a pedido da Secretaria Municipal de Segurança Pública, estavam monitorando o local, até então, frequentado somente por moradores em situação de rua.

 

“Recebemos uma denúncia de que muitos moradores em situação de rua deixaram a praça e que o local passou a funcionar como um ponto de tráfico de drogas. Realizamos o monitoramento e observamos que alguns moradores voltaram e se submeteram as regras do tráfico. Hoje com a operação constatamos que a denúncia era verdadeira. Não encontramos uma quantidade grande de drogas neste momento, mas o Canil localizou uma sacola com vários tipos de drogas ilícitas que estava escondida no terreno próximo, onde uma casa foi demolida por ordem judicial por estar abandonada, com risco de desabamento e usada para esse fim”, explicou o secretário de Segurança Pública, Samir Gardini.

 

Michel Yabuki, comandante da GM, disse que as operações continuarão sendo realizadas. “Nesta operação 16 pessoas estavam no local e foram abordadas, sendo 13 homens e 3 mulheres, um deles foi conduzido porque estava com pedras de crack. A cachorra Índia localizou a sacola no terreno próximo com pinos de cocaína, maconha e pedras de crack, tudo embalado e provavelmente pronto para a venda. Tudo indica a presença do tráfico no local. Vamos continuar monitorando a parte criminal”, finalizou Yabuki.

 

A Prefeitura retirou do local diversos sofás velhos que estavam espalhados pela Praça. Os demais pertences e as barracas utilizadas por moradores em situação de rua para pernoitarem no local não foram retirados. A operação contou com a participação dos agentes da GM do Canil do GAM (Grupamento de Apoio com Motocicletas)

 

Foram apresentados no plantão policial 25 porções pequenas de maconha e 1 porção grande, 58 pedras de crack e 27 pinos de cocaína.

 

CIDADANIA – O caso vem sendo acompanhado pela Secretaria de Cidadania e Assistência Social e várias ações vêm sendo realizadas para o acompanhamento desses moradores em situação de rua, com a realização de abordagem social e oferecimento de serviços, porém muitos não aceitam ir para a Casa de Passagem (abrigo). Os que aceitam ir em poucos dias retornam para as ruas. O município segue a recomendação da Defensoria Pública e está trabalhando com a atuação de instituições do sistema de justiça e dos próprios interessado para resolução do problema.

 

A Secretaria de Cidadania também oferece durante o dia atendimento no Centro Municipal de Atendimento à População em Situação de Rua – Centro POP, localizado na rua São Joaquim, nº 818.

PREFEITURA DETERMINA RETORNO DE FUNCIONÁRIOS À TOTALIDADE DE SUAS ATIVIDADES PRESENCIAIS A PARTIR DA PRÓXIMA SEGUNDA-FEIRA

O Decreto Nº 520 da Prefeitura de São Carlos, publicado em edição extra do Diário Oficial do Município nessa sexta-feira (15/10), estabelece a volta dos servidores públicos municipais à totalidade de suas atividades presenciais nas unidades das administrações direta e indireta, desde que imunizados adequadamente pela vacina contra a COVID-19, independente da faixa etária e das comorbidades declaradas.

 

A decisão levou em conta que a vacinação em São Carlos já avançou para além dos profissionais de saúde, como também para os idosos, além de pessoas com comorbidades e deficiências, atingindo perto de 85% com a 1ª dose e 67% com a 2ª dose da população geral, incluindo as faixas etárias a partir de 12 anos. O decreto, em seu texto, também reforça que entendimentos do STF, bem como informações das secretarias municipais de Saúde e de Gestão de Pessoas, além do Comitê de Crise para Supervisão e Monitoramento dos Impactos da COVID-19 em São Carlos, basearam e nortearam o teor do decreto.

 

O expediente interno nas unidades das administrações direta e indireta estava sendo cumprido desde 10 de abril desse ano com jornada de trabalho de segunda-feira a sexta-feira de forma presencial, porém respeitado o percentual máximo de 50% dos servidores das 7h30 às 12h30, e 50% das 13h às 18h. Agora retorna 8h diárias para todos os servidores.

 

EXCEÇÕES – Não estão incluídos no documento, devendo exercer suas atividades de forma remota, aqueles servidores públicos municipais pertencentes a grupos abrangidos pela legislação restritiva vigente, caso em que o respectivo Serviço Especializado em Segurança e Medicina do Trabalho ─ SESMT, no âmbito de sua competência, apoiado pela Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, emitirá parecer técnico que deverá atender as respectivas especificidades. O decreto publicado em edição extra desta sexta-feira, dia 15/10, expõe, em sua íntegra, com detalhes, as pessoas e grupos que fazem parte do contingente que fica fora dessa decisão, além de outros pormenores.

 

CARTEIRA DE VACINAÇÃO – De acordo com o decreto, os servidores deverão apresentar, junto ao órgão de pessoal, carteira de vacinação conforme modelo oficial do Governo do Estado de São Paulo, e a não apresentação do documento impedirá o retorno presencial do servidor a quem será atribuída falta injustificada até a devida regularização. Diz, ainda, que será competência dos Secretários Municipais, do Chefe de Gabinete do Prefeito, do Procurador Geral do Município e dos Dirigentes das Administrações Indiretas a responsabilidade pessoal pelo fiel cumprimento, no âmbito de suas administrações, das normas estabelecidas, e que ficam revogados os três decretos publicados anteriores a este último.

 

Na Fundação Educacional São Carlos – FESC, os educadores permanecem em atividade remota, devendo retornar somente em 1º de fevereiro de 2022 seguindo as regras das atividades presenciais previstas neste decreto do dia 14 de outubro de 2021. Já nas Unidades Escolares da Secretaria Municipal de Educação o atendimento deverá seguir regulamentação própria de acordo com as especificidades que apresenta.

 

A integra do Decreto Municipal nº 520 pode ser acessado pelo link http://www.saocarlos.sp.gov.br/images/stories/diario_oficial_2021/DO_15102021_1842.pdf.

PREFEITO AIRTON GARCIA ASSINA ORDEM DE SERVIÇO PARA INÍCIO DAS OBRAS NO PARQUE SÃO JOSÉ

O prefeito Airton Garcia, acompanhado do deputado federal, Júnior Bozella e do secretário de Obras, João Muller, assinou nesta sexta-feira (15/10), no Paço Municipal, a ordem de serviço para o início das obras de pavimentação e drenagem do Parque São José. A obra foi licitada e o investimento será de R$ 6.434.635,12, valor da menor proposta apresentada pela empresa DATEC, vencedora da Concorrência Pública nº 01/2021 – Processo nº 5325/2021.

 

A pavimentação e infraestrutura desse parque industrial é uma reivindicação que há mais de 30 anos vinha sendo discutida e que envolveu licença ambiental antes do início do projeto. Os recursos são provenientes do Governo do Estado que enviou R$ 11 milhões para obras contra enchentes, porém como a justiça determinou que a empresa RUMO é a responsável pela obra de ampliação da seção da FEPASA à jusante da Rotatória do Cristo no valor de R$ 9.773.980,82, a Prefeitura de São Carlos entrará somente com contrapartida no valor de R$ 2 milhões, ficando o restante da verba, cerca de R$ 7 milhões, direcionada para a pavimentação e drenagem do Parque São José.

 

De acordo com o projeto será realizada a pavimentação asfáltica em 40.393,20 m² de área total; com 8.185,29 m² de guia e sarjeta; 9.117,38 m² de canteiro central (grama); 17.199,77 m² de passeio público, 48 bocas de lobo simples; 22 unidades de bocas de lobo duplas; 43 poços de visita; com tubos de concreto DN de 600mm, 800mm, 1000mm e 1200mm.

 

João Muller, secretário de Obras Públicas, disse que a empresa já pode iniciar os trabalhos na segunda-feira, dia 18, e que terá 240 dias para executar a drenagem e pavimentação. “Se a chuva não atrapalhar a empresa poderá finalizar os trabalhos em 150 dias. Também vamos interligar um emissário de águas pluviais do Cruzeiro do Sul para o piscinão da CDHU. O serviço de drenagem, merece destaque nessa obra”, ressaltou o secretário.

 

Muller também destacou que a Prefeitura está licitando a obra do piscinão da Travessa 8. “Em breve abriremos os envelopes com as propostas. O investimento deve ultrapassar R$ 3,2 milhões com recursos da própria Prefeitura. A ideia do projeto, é que o piscinão acumule o excesso da água da chuva captada na Vila Prado, evitando que chegue no bairro Lagoa Serena, aliviando também, o volume de água no centro da cidade por meio do córrego do Simeão”.

 

Para o deputado federal Júnior Bozella, um dos responsáveis pelos recursos para a cidade, a obra é uma conquista de todos. “Foi um esforço coletivo. Trabalhamos com menos discurso, mas sempre em busca de recursos para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Tenho um carinho muito grande por São Carlos e tenho certeza que aqui os recursos sempre são aplicados com eficiência pelo prefeito Airton Garcia”.

 

Emerson Chu, diretor titular do CIESP, lembrou que o processo estava parado por ser uma área de cerrado. “As primeiras discussões para a retomada do assunto foram realizadas em 2018. Na época nos reunimos com o secretário José Galizia Tundisi e discutimos as possibilidades para resolver esse problema. Criamos uma Comissão com industriais do Parque São José e iniciamos o trabalho junto à Cetesb que, então, compreendeu que a construção da lagoa de retenção geraria baixo impacto ao meio ambiente e liberou a obra”, relatou Chu.

 

O prefeito Airton Garcia agradeceu a presença e ajuda do deputado Bozella por intermediar o diálogo com o Governo do Estado. “O Parque São José é um local importante para a cidade, reúne 300 empresas, portanto oferece muitos empregos para os são-carlenses. A pavimentação e drenagem desse local é uma reivindicação antiga dos empresários, porém no nosso primeiro mandato tivemos que pagar as contas atrasadas e limpar o nome da cidade, também foi necessário investir na saúde e no recapeamento de vias, mas nunca deixei de pedir recursos para o Parque São José. Agora finalmente assino a ordem de serviço para deixar o distrito industrial do jeito que todos merecem”, comemorou o prefeito Airton Garcia.

 

Também participaram da assinatura os vereadores Dé Alvim, Malabim, Ubirajara Teixeira (Bira), Robertinho Mori, Tiago Parelli e Sérgio Rocha, o ex-vereador Daniel Lima, que destinou emenda parlamentar para a obra, além dos secretários municipais de Serviços Públicos, Mariel Olmo, de Habitação e Desenvolvimento Urbano, Caio Graco, de Fazenda, Mário Luiz Duarte Antunes, de Comunicação, Mateus de Aquino, de Educação, Wanda Hoffman, de Cidadania e Assistência Social, Glaziela Solfa Marques e o chefe de gabinete da Prefeitura, José Pires (Carneirinho).