SECRETARIA DE CIDADANIA DESCENTRALIZA ATENDIMENTO DO CADASTRO ÚNICO

Com a descentralização, reforço de equipe e novo canal de comunicação a fila de espera por agendamento acabou

A Prefeitura de São Carlos, por meio da Secretaria de Cidadania e Assistência Social, descentralizou os serviços do setor de Cadastro Único (CadÚnico) com a abertura de uma unidade de atendimento no bairro Cidade Aracy II, localizada na rua Lucy Serillo, nº 155, no mesmo prédio do posto do SAAE. A forma de acesso é através de agendamento ou demanda espontânea respeitando a capacidade de 350 atendimentos por semana e seguindo os protocolos sanitários para evitar filas e aglomeração. Também pode ser utilizado o canal de comunicação do WhatsApp pelo número 99629-2535 caso a pessoa preferir.

 

O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal é um instrumento que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda, permitindo que o governo conheça melhor a realidade socioeconômica dessa população. Nele, são registradas as características da residência, a identificação de cada pessoa, a escolaridade, a situação de trabalho e renda, entre outras informações.

 

Desde 2003 o Cadastro vem sendo usado para a seleção e a inclusão de famílias de baixa renda em programas federais, sendo usado obrigatoriamente para a concessão de benefícios do Auxílio Brasil (antigo Bolsa Família), da Tarifa Social de Energia Elétrica, do Programa Casa Verde e Amarela (antigo Minha Casa, Minha Vida), entre outros.

 

Em São Carlos a Secretaria de Cidadania e Assistência Social atendia os beneficiários somente na Seção de Gestão de Programas de Transferência de Renda e Cadastro Único, localizado na rua Conde do Pinhal, nº 1.415. Com a pandemia o atendimento deixou de ser presencial e passou ser somente pelo telefone.

 

“Em outubro do ano passado iniciamos mudanças na gestão da Secretaria de Cidadania e Assistência Social e com essas alterações podemos verificar uma evolução em diversos pontos na Seção de Cadastro Único. Começamos com um novo canal de comunicação através do WhatsApp. Com a retomada do atendimento presencial em dezembro de 2021, ainda com todos os protocolos sanitários, conseguimos aumentar o número de servidores na Seção e acabamos com uma fila de espera para atendimento que já tinha 1.200 pessoas”, afirma a secretária de Cidadania e Assistência Social, Vanessa Soriano.

 

A secretária afirmou, ainda, que foi realizado um estudo e que das 800 pessoas que procuravam o CadÚnico, muitas famílias residiam na região do grande Cidade Aracy. “Por isso decidimos abrir uma unidade no bairro, o que agilizou muito o atendimento. No Aracy recebemos cerca de 300 pessoas por semana e na unidade aqui do centro aproximadamente 500 pessoas”.

 

Estão cadastradas no CadÚnico 16.887 famílias, sendo que 7.988 já recebem o Auxílio Família, 2.894 pessoas o BPC (Benefício de Prestação Continuada), 1.050 recebem o Cartão Municipal Alimentação, 1.600 famílias recebem cesta básica pelo município que também ajuda famílias em situação de vulnerabilidade com 190 vale gás mensalmente.

 

A secretária Vanessa Soriano apresentou um relatório ao prefeito Airton Garcia do resultado da descentralização e ele imediatamente solicitou que uma outra unidade do CadÚnico seja instalada no bairro São Carlos VIII. “A Prefeitura, sempre que tiver condições, deve levar os serviços públicos para perto da população”, finalizou o prefeito.