DOMINGO TEM TRIBUTO A TIÃO CARREIRO E PARDINHO NO CIRCUITO ARENA

A Secretaria de Esportes e Cultura, por meio do Centro Municipal de Artes e Cultura (CEMAC), realiza no próximo domingo (03/07), a partir das 18h, no Teatro de Arena “José Saffioti Filho”, anexo ao Teatro Municipal Drº Alderico Vieira Perdigão, a quarta edição do Circuito Arena 2022.

 

A apresentação vai ser especial com tributo a Tião Carreiro e Pardinho. A dupla João Pedro e Zé Paulo vai interpretar as músicas em homenagem a Antônio Henrique de Lima, um dos maiores músicos brasileiro, mais conhecido como Pardinho e que nasceu em São Carlos em 1932, na Fazenda São Joaquim. Logo depois, se mudou para a Fazenda Figueira Branca. Pardinho iniciou sua parceria com José Dias Nunes, o Tião Carreiro em 1956, ano em que venceu o torneio de música caipira da Rádio Tupi, com o sucesso ‘Cavaleiro do Bom Jesus’ (João Alves – Nhô Silva – Teddy Vieira).

 

“O legado deixado por Pardinho vai além da música. O cantor também era conhecido por sua humildade e honestidade, além disso, quebrou a barreira que existia entre a música da capital e a música do interior. Essa é mais uma homenagem a esse cantor que fomentou a música sertaneja raiz”, disse Carlos Alberto Caromano, diretor de Cultura.

 

A Prefeitura de São Carlos, por meio do Departamento de Artes e Cultura, também está com as inscrições abertas para o II Festival Pardinho de Música Sertaneja Raiz de São Carlos – Edição 2022″.

 

Para participar, as duplas interessadas podem consultar o regulamento no Diário Oficial do dia 23 de junho de 2022, edição 1973. As inscrições, gratuitas, podem ser feitas até o dia 15 de julho, mediante preenchimento da ficha  no link http://saocarlos.sp.gov.br/files/Pardinho-2022.docx ou até atingir 50 duplas inscritas, o que ocorrer primeiro.

 

O II Festival Pardinho de Sertaneja Raiz é um festival de duplas interpretando canções sertanejas raiz, inéditas ou não, e será constituído de uma única categoria: Dupla Sertaneja Raiz. As músicas deverão ser apresentadas somente por duplas, com acompanhamento próprio ou com a participação de um terceiro, para avaliação das interpretações vocal (dueto) e instrumental.

 

História – Pardinho trabalhava num circo, como ajudante de montagem, e também cantava algumas músicas durante os espetáculos. Um dia, esse circo foi parar em Araçatuba, onde morava o Tião Carreiro; em 1954 estava formada uma das melhores duplas caipiras de todos os tempos. O primeiro disco foi gravado em 1956, com 78 rotações com a música Boiadeiro Punho de Aço no lado A. Na carreira toda da dupla, foram 18 discos 78 rpm e 33 LPs, com inúmeros sucessos da música caipira.

 

Tião Carreiro e Pardinho tiveram algumas separações. Na primeira vez, Pardinho formou dupla com Zé Carreiro, gravando cinco discos 78 rotações, de 1958 a 1960. Na segunda separação, Pardinho fez dupla com Pardal, de 1978 a 1982, em seis LPs. Após a separação definitiva, tivemos a dupla João Mulato e Pardinho, de 1990 a 1997, em quatro LPs. Pardinho faleceu em 2/06/2001, com 68 anos de idade.